sábado, 5 de agosto de 2017

Entre a espada e a cruz

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto

Não sei se acontece com todos os crentes... Mas, vez por outra, sou levado a pensar no passado - não de modo aleatório, casual - todavia, em um lugar do passado, em que ocorreram certos fatos que marcaram minha vida. Pensei no período de transição, entre o meu passado pregresso e o meu passado converso. De fato, foi um momento sensível de minha vida (entre a espada e a cruz) e o Senhor meu puxou para o seu lado. Aleluia! O fascínio exercido pelo mundo foi milagrosamente quebrado. Glória a Deus! E então, me vi em uma outra vida - vida ideal - renascida dos escombros.

Jamais saberia dar detalhes, do nível de dor e provação que sofri, na ocasião em que espírito e alma lutavam no íntimo de meu ser. Me senti como Saulo, em Romanos 7.14-25; ou seja: um religioso lutando contra algo que não sabia o que era. Mas, graças a Deus, fui alcançado pela maravilhosa graça de Jesus! Então, tudo se fez novo. Glória ao nome de Jesus! E a nova criatura renascida deste glorioso encontro, se mantém viva e ativa até este dia, sob manto feito de promessas divinas, que há de a conduzi-la até aquele dia, da segunda vinda de Jesus. Maranata! Vem Senhor Jesus!

Isto que é vida: "Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito. Porque a lei do Espírito de vida, em Cristo Jesus, me livrou da lei do pecado e da morte. Porquanto o que era impossível à lei, visto como estava enferma pela carne, Deus, enviando o seu Filho em semelhança da carne do pecado, pelo pecado condenou o pecado na carne; Para que a justiça da lei se cumprisse em nós, que não andamos segundo a carne, mas segundo o Espírito." (Romanos 8:1-4). Vida plena de graça, em Jesus!

Ouvi esta canção pela primeira vez, em 1972, quando levei Vitorino Silva à IMW Betel: 
https://youtu.be/n18SbMCwFKU

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário