segunda-feira, 10 de julho de 2017

Até quando isso Brasil

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

O Brasil está em estado de guerra. Guerra civil não declarada por comandos criminosos aquartelados nas comunidades carentes e nos presídios deste país, exibindo e utilizando armas de fogo em forma de metralhadoras e fuzis de grosso calibre. Guerra civil não reconhecida pelas organizações criminosas encasteladas nos parlamentos e nos governos da nação, com suas armas de guerra em forma de canetas; todavia, tão mortais quanto as primeiras. E tudo isto ocorrendo em um Brasil que se apequena, cada dia que passa; enquanto suas Forças Armadas se mantém em silêncio, recolhidas em seus quartéis - sem ser exigidas ou ter como agir.

Este Brasil, em estado de guerra não assumida; tem na linha de tiro, entre mocinhos e bandidos, uma população indefesa... Cujos bens (casas e automóveis) são tomados pelos comandos do crime, mesmo em plena luz do dia; e cujos proventos são taxados pelos famigerados órgãos estatais, com impostos cada vez mais pesados. E, nesta guerra não formalizada, pelos que trocam tiros e ameaças entre si, a maior vítima é o cidadão comum, entregue à própria sorte, perseguido nas ruas, praças, vielas... E, até dentro de suas próprias casas - outrora seu castelo, hoje sua prisão. Eles são mortos, às centenas, todos os dias. Até quando isso, meu Brasil?

Esta palavra bíblica tem tudo a ver com nossa pobre/rica nação, roubada e envergonhada por aqueles que deveriam ser os seus maiores exemplos - de ética, probidade e eficiência: "Ai dos que decretam leis injustas, e dos escrivães que prescrevem opressão. Para desviarem os pobres do seu direito, e para arrebatarem o direito dos aflitos do meu povo; para despojarem as viúvas e roubarem os órfãos! Mas que fareis vós no dia da visitação, e na desolação, que há de vir de longe? A quem recorrereis para obter socorro, e onde deixareis a vossa glória," (Isaías 10:1-3). Enfim... Estamos indefesos, com nossas almas sobressaltadas. Só Deus!

Por favor, ouça esta canção e se console com sua mensagem:
https://youtu.be/kkaKARw3D_M

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário