sexta-feira, 2 de junho de 2017

Família em crise

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, texto e atividades ao ar livre

Em meu trabalho pastoral; sempre me deparo com famílias, em crise, a viver seu drama pessoal (até mesmo família com forte base bíblica e cristã). Situações assim não me causam qualquer surpresa; primeiro, porque a Bíblia está pontilhada de casos, em que boas famílias foram golpeadas por graves problemas entre os seus; segundo, porque o próprio Jesus nos previne, sobre as aflições que teremos no mundo: "Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo" (João 16.33). Então, face aos males que afligem nosso lar, devemos clamar pelo socorro de Deus.

Jamais devemos esquecer, que temos promessas vigentes, que o próprio Deus fez, para nos incentivar em quanto sofremos as intempéries da vida. Ele prometeu estar sempre conosco: "e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos" (Mateus 28.20). Nosso maior problema é que, em meio aos conflitos - no lar e fora dele - esquecemos facilmente o que Deus nos tem falado; nos deixamos agitar por nossa ansiedade e, na maioria das vezes tomamos nossas próprias medidas; que agravam ainda mais aquilo que já está ruim. Enfim... Precisamos esperar em Deus; pois dele vem o nosso socorro (Salmo 40.1). Amém!

Medite neste texto: "assim diz o SENHOR que te criou, ó Jacó, e que te formou, ó Israel: Não temas, porque eu te remi; chamei-te pelo teu nome, tu és meu. Quando passares pelas águas estarei contigo, e quando pelos rios, eles não te submergirão; quando passares pelo fogo, não te queimarás, nem a chama arderá em ti. Porque eu sou o Senhor teu Deus, o Santo de Israel, o teu Salvador; dei o Egito por teu resgate, a Etiópia e a Seba em teu lugar. Visto que foste precioso aos meus olhos, também foste honrado, e eu te amei, assim dei os homens por ti, e os povos pela tua vida." (Isaías 43:1-4). E então, mantenha sua confiança no Senhor!

Esta canção está em sintonia com esta mensagem:
https://youtu.be/cVKVZ1t7tQQ

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário