quinta-feira, 22 de junho de 2017

Os benefícios da cruz

A imagem pode conter: texto

Uma das coisas lindas que o lugar de oração nos proporciona; é a contemplação das verdades, que não poderiam ser vistas de outro ponto. Nesta manhã mesmo, pude contemplar alguns dos benefícios da cruz... E me regozijei! Sua fonte de perdão, graça e amor continua aberta - jorrando sobre quem dela se aproxima. Vejo que a visão da cruz reflete nossa imagem, como ela é; nos libertando de nossa justiça própria; e assim, passamos a ver as pessoas com outros olhos (sei que é difícil explicar isto). Enfim, a compaixão dela brotada nos contagia, ilumina, e nos faz amar.

No Gólgota três cruzes foram erguidas. Jesus, na do centro, era alvo do rancor de um ladrão endurecido; e do clamor do ladrão arrependido. E a cena da cruz deu ao ladrão transformado uma visão de si mesmo, do seu real estado. Sim! A fonte que emana da cruz liberou perdão que o absolveu, graça que o justificou, e amor que o abraçou - quando ouviu Jesus dizer: "hoje estarás comigo no Paraíso" (Lucas 23.43). Portanto, a cruz que me prende, também me liberta; pois na morte de Jesus, se tornou instrumento de transformação, que me protege de mim mesmo. Glória a Jesus!

Costumo dizer que o peso da cruz é bem melhor que o peso da glória: "E chamando a si a multidão, com os seus discípulos, disse-lhes: Se alguém quiser vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome a sua cruz, e siga-me. Porque qualquer que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á, mas, qualquer que perder a sua vida por amor de mim e do evangelho, esse a salvará. Pois, que aproveitaria ao homem ganhar todo o mundo e perder a sua alma? Ou, que daria o homem pelo resgate da sua alma?" (Marcos 8:34-37). Pois, se o peso da glória algumas vezes envaidece; o peso da cruz nos enobrece.

Gosto do foco que o Cleber Lucas da à mensagem da cruz:
https://youtu.be/_tOQmTJflYA

Cordialmente;
Bispo Calegari

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Fé firmada na Palavra

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Hoje de manhã, estive pensando no valor da fé - palavra, entre as menores da nossa língua; pequena como a figura bíblica com a qual é comparada (grão de mostarda). A fé (ao seu possuidor) tem o poder de matar ou de salvar; de elucidar ou enlouquecer; de esclarecer ou confundir - a depender da fonte em que bebe e da base em que se apoia. Na verdade, a fé só se torna salvadora quando se torna bíblica e cristocêntrica. Portanto, sua convicção precisa estar na Bíblia e sua motivação precisa estar em Jesus.

Tenho decidido em minha vida e crença, me guiar pela Palavra de Deus, não pelo palpite humano; e me deixar usar pela unção do Espírito, não pela emoção humana; pois eu sei que o espaço entre a fé bíblica e a razão humana é uma espécie de território neutro; onde tudo de mal pode acontecer (desvios, deturpações, decadência moral e outros derivados). Portanto, preciso basear os meus valores sagrados, sobre a fé firmada na Palavra de Deus; que se sobrepõe aos condicionamentos impostos pela religião.

Esta é a fé que nos faz crescer: "Amados, procurando eu escrever-vos com toda a diligência acerca da salvação comum, tive por necessidade escrever-vos, e exortar-vos a batalhar pela fé que uma vez foi dada aos santos. Porque se introduziram alguns, que já antes estavam escritos para este mesmo juízo, homens ímpios, que convertem em dissolução a graça de Deus, e negam a Deus, único dominador e Senhor nosso, Jesus Cristo." (Judas 1:3,4). Enfim... A fé bíblica é a única que nos torna mais que vencedores.

Este hino, um clássico cristão, tem sido entoado por gerações cristãs:
https://youtu.be/Gz4_SwGPlfA

Cordialmente;
Bispo Calegari

terça-feira, 20 de junho de 2017

Chamado missionário

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, texto

Em nossa estada em Portugal, em abril; Maria Célia e eu fomos desafiados pelos obreiros de lá, à "passar à Macedônia". E este desafio foi confirmado por um convite feito pelo Bispo Geraldo - durante a comemoração dos "50 anos do Jubileu". E este é um desafio para ser levado na mais alta conta; pois, sempre vivemos em função do "Ide". Nesta madrugada; após passarmos um tempo na presença do Senhor em oração, rumamos para o Consulado Português no Rio. Estamos fazendo nossa parte, seguindo os procedimentos; Logo, sendo a vontade de Deus, iremos obter o visto português.

Sempre acreditei que a visão missionária (seja ela transcultural ou regional) precisa ser incentivada; e ter a justa atenção de todos - desde os da linha de frente até os que ficam na retaguarda. Pois creio ser dever de todos os chamados, acatar o "Ide" de Jesus. Portanto, havendo liberação do visto de residência, voltaremos novamente à Portugal, para ajudar o Bispo Geraldo, naquilo que estiver ao nosso alcance. Ainda me lembro das palavras da irmã Gomé, em nossa segunda volta ao Brasil em 1997: "Não existem duas sem três!". Se esta palavra foi profética, será nossa terceira ida a Portugal!

Este relato sempre me inspirou, em todos os lugares por onde andei: "De sorte que as igrejas eram confirmadas na fé, e cada dia cresciam em número. E, passando pela Frígia e pela província da Galácia, foram impedidos pelo Espírito Santo de anunciar a palavra na Ásia. E, quando chegaram a Mísia, intentavam ir para Bitínia, mas o Espírito não lho permitiu. E, tendo passado por Mísia, desceram a Trôade. E Paulo teve de noite uma visão, em que se apresentou um homem da Macedônia, e lhe rogou, dizendo: Passa à Macedônia, e ajuda-nos." (Atos 16:5-9). Faz de novo Senhor!

Canção cantada em Cabo Frio, em nossa despedida, na segunda ida (1993) à Portugal:
https://youtu.be/kAZwxqmOJW0

Cordialmente;
Bispo Calegari

segunda-feira, 19 de junho de 2017

Vivemos a ventura de crer

A imagem pode conter: texto

Ontem estivemos na IMW de Piabetá, a convite do Pr Ricardo. O agir de Deus foi lindo, em uma igreja marcada por um ambiente de alegria e comunhão. Louvo a Deus pelos novos amigos que, em ocasiões assim, sempre fazemos. Na verdade, foram três os prazeres desta missão: Servir ao Deus que nos comissionou, aos amados irmãos que nos convidaram, e... Descer e subir a serra velha. Enfim... Vivemos a ventura de crer no Cristo vivo, que se manifestou em carne - se doando na cruz - e se tornou o Autor da eterna salvação, que os cristãos renascidos hoje desfrutam.

Penso na tendência de todos nós seres humanos (até cristãos convictos), de mesclar realidade e ficção - como se a vida fosse um mar de rosas. E assim, construímos projetos sobre sonhos que nunca deixarão de meros sonhos. Então... Dou graças a Deus! Pois não deposito minha fé nas bênçãos obtidas, nem nos milagres alcançados; mas sim no Deus que, em Jesus, me fez herdeiro de uma herança futura e eterna. Enfim, não ponho fé na bênção ou nos sinais; mas, em Deus! Pois as bençãos e sinais seguem os crentes; no entanto, Cristo e suas promessas estão sempre a frente!

Este texto tem propositura bem interessante: "E estes sinais seguirão aos que crerem: Em meu nome expulsarão os demônios; falarão novas línguas; Pegarão nas serpentes; e, se beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará dano algum; e porão as mãos sobre os enfermos, e os curarão. Ora, o Senhor, depois de lhes ter falado, foi recebido no céu, e assentou-se à direita de Deus. E eles, tendo partido, pregaram por todas as partes, cooperando com eles o Senhor, e confirmando a palavra com os sinais que se seguiram. Amém." (Marcos 16:17-20). Glória a Jesus!

Esta canção expressa muito bem o que pretendi dizer:
https://youtu.be/JPqitveFAGo

Cordialmente;
Bispo Calegari

domingo, 18 de junho de 2017

Senhor, sei que não devo

A imagem pode conter: texto e atividades ao ar livre

Senhor... Sei que não devo me queixar, das lutas que preciso travar; pois elas trabalham meu condicionamento espiritual e me preparam para os novos combates que preciso enfrentar. Sei também, pela Palavra, que somente o meu pecado pode ser justa causa de minhas queixas; então, quanto menos pecar; menos razões de queixas eu terei. Louvado seja o nome do Senhor!

Senhor... Sei que não devo murmurar, das inúmeras aflições sofridas; pois elas depuram minha vida do egoísmo e da vaidade, me preparando para entender melhor as dores e aflições alheias. Assim, na medida em que sou afligido, posso crescer em maturidade e entendimento; e isto me tornará capaz de compreender e ajudar os aflitos que encontro pelo caminho. Amém Jesus!

Senhor... Sei que não devo me indispor com as injustiças que sofro; pois elas são como vacinas, que me curam e imunizam de seu contágio; me dando as defesas que preciso ter, para aprender a agir com justiça, me habilitando a chorar com os que choram; e para a confortar os que são injustiçados, sem me intimidar com os que fazem da injustiça o seu instrumento de prazer. Glória a Deus!

O Senhor me diz: "A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo. Por isso sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por amor de Cristo. Porque quando estou fraco então sou forte" (2 Cor 12:9-10). Amém!

Esta canção fez a alegria e o ânimo, de incontáveis crentes:
https://youtu.be/-_E69ShR6bo

Cordialmente;
Bispo Calegari

sábado, 17 de junho de 2017

Profanando valores sagrados

A imagem pode conter: texto

Muitas vezes, eu fico a pensar na persistência das pessoas - em buscar no fruto proibido (o pecado e seus derivados) prazer que traz consigo a dor e a morte. Então me dou conta, de que a prisão em que a humanidade vive (causada pelo pecado) faz dela - ao mesmo tempo - ré e vítima de sua própria desgraça. E não há como anular esta relação de causa e efeito; a não ser, por meio da graça salvadora revelada em Cristo. E é por isto, que o nome de Jesus deve ser pregado e ensinado; pois a Bíblia diz que "em nenhum outro há salvação" (Atos 4.12). Só mesmo Jesus pode nos salvar!

Muitas vezes, eu fico a me perguntar sobre o "por que" da razão de muitos cristãos (convencidos e até convertidos) se desviarem do Caminho da Verdade passando a dar ouvidos à mentira? E a Bíblia responde; ao dizer que muitos "desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas" (2 Timóteo 4:4). E assim... Vemos hoje uma mescla de ateus convencidos, religiosos enganados, e cristãos desviados, buscando prazer no fruto proibido (prazeres e vícios); unidos no mesmo infortúnio, deixando a Fonte da Vida e profanando valores sagrados, tudo em prol do apetite carnal.

Esta é uma palavra fiel:"Este testemunho é verdadeiro. Portanto, repreende-os severamente, para que sejam sãos na fé. Não dando ouvidos às fábulas judaicas, nem aos mandamentos de homens que se desviam da verdade. Todas as coisas são puras para os puros, mas nada é puro para os contaminados e infiéis; antes o seu entendimento e consciência estão contaminados. Confessam que conhecem a Deus, mas negam-no com as obras, sendo abomináveis, e desobedientes, e reprovados para toda a boa obra." (Tito 1:13-16). E grave advertência - tanto a santos, como profanos.

Esta canção, no passado, ajudou muitos crentes indecisos:
https://youtu.be/lyRilAwLzoc

Cordialmente;
Bispo Calegari

sexta-feira, 16 de junho de 2017

Em Tua Presença

A imagem pode conter: texto

Senhor; ao iniciar um novo dia em tua presença, sinto ter feito a melhor escolha... Pois sei que não existe melhor começo de dia, do que estar em teu altar; onde vivo a melhor das terapias, que abrange todas as áreas da vida, em suas inúmeras carências. Portanto... Em tempo algum devo abrir mão de estar em tua doce presença.

Senhor; quando entro em tua presença, sinto como se o tempo parasse de correr... E que novas oportunidades florescem, em meio à vida existente na pujança do lugar em que estás; onde a vida se renova, e tudo passa a ter sentido, razão de ser e existir. E assim... É meu dever priorizar a oração em tua santa presença.

Isto é promessa de Deus: "Por isso, todo aquele que é santo orará a ti, a tempo de te poder achar; até no transbordar de muitas águas, estas não lhe chegarão. Tu és o lugar em que me escondo; tu me preservas da angústia; tu me cinges de alegres cantos de livramento" (Salmos 32:6-7). O Deus eterno é o meu Rochedo forte!

Esta canção, em um passado recente, muito edificou a Igreja:
https://youtu.be/eESDSm6HbaU

Cordialmente;
Bispo Calegari

quinta-feira, 15 de junho de 2017

A roda do tempo não para

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Algumas coisas sempre ocupam o meu pensamento (vida com Deus, vida familiar, deveres cristãos, deveres cidadãos); enfim... Aquelas preocupações e expectativas que povoam a mente da grande maioria das pessoas normais. E por mais que eu tente, não consigo ver prioridades além das que aqui enumerei. Sei que muitos preferem ver o tempo passar, sem dar tanta importância aos valores que relacionei - como se a vida devesse ser voltada apenas para diversão (e são muitos os que fazem de seus vícios suas prioridades). Sendo assim, cabe a todos pensar naquilo que é melhor.

Estou convencido (tanto pelo conhecimento, como pela experiência), que o futuro exigirá pagamento integral da fatura do mal uso do tempo; e que, nessa ocasião, já não haverá meios de recuperar o tempo perdido. Enfim; os meninos de ontem são os jovens de hoje; que serão os velhos de amanhã. Então; cabe a todos nós pensar nesta palavra: "Lembra-te do teu Criador, nos dias da tua mocidade; antes que venham os maus dias, e cheguem os anos dos quais venhas a dizer: Não tenho neles contentamento" (Eclesiastes 12:1). Pois, a roda do tempo não para; e... Nem espera por ninguém.

Este texto foi escrito para todos (criança, jovem e velho): "Vede, irmãos, que nunca haja em qualquer de vós um coração mau e infiel, para se apartar do Deus vivo. Antes, exortai-vos uns aos outros todos os dias, durante o tempo que se chama Hoje, para que nenhum de vós se endureça pelo engano do pecado; Porque nos tornamos participantes de Cristo, se retivermos firmemente o princípio da nossa confiança até ao fim. Enquanto se diz: Hoje, se ouvirdes a sua voz, Não endureçais os vossos corações, como na provocação." (Hebreus 3:12-15). Portanto, todos devem pensar nele!

Esta antiga canção continua tão oportuna hoje, como foi ontem:
https://youtu.be/D2BbfOsGdKU

Cordialmente;
Bispo Calegari

quarta-feira, 14 de junho de 2017

Uma vida abençoada

A imagem pode conter: texto

Hoje de manhã, antes de iniciar meu momento de oração diante de Deus; meu pensamento foi invadido por esta bela declaração de Davi: "Mas para mim, bom é aproximar-me de Deus; pus a minha confiança no Senhor DEUS, para anunciar todas as tuas obras." (Salmo 73:28). Então, de imediato, fui me lembrando de inúmeros testemunhos bíblicos de pessoas que se aproximaram de Deus em tempo oportuno: A mulher de Samaria, junto ao poço, e sua triste história conjugal; a mulher e seu fluxo de sangue, no caminho; Jairo que deixara em casa sua filha moribunda... E muitos outros casos, todos com um final feliz ao encontrarem Jesus.

Todos os dias, celebro meu primeiro Encontro com Jesus, com um novo encontro em oração. Ao me aproximar de Deus, minha vida foi restaurada e minha história foi mudada. Em meus encontros com o meu Senhor, recebo paz em meu pensar, graça em meu falar e segurança em meu viver. Sim! Pois vida abençoada é a vida que se aproxima de Deus (como fez Davi) e que procura se manter em sua presença; ainda que em meio às circunstâncias desfavoráveis. Sei que uma vida abençoada não é imune à dor, nem está livre de problema (Jesus jamais garantiu isto). Todavia, temos como certa a presença de Deus em todo tempo (Mateus 28:20). Amém!

Precisamos aprender a confiar nas promessas do Senhor, como esta: "Não temas, porque eu te remi; chamei-te pelo teu nome, tu és meu. Quando passares pelas águas estarei contigo, e quando pelos rios, eles não te submergirão; quando passares pelo fogo, não te queimarás, nem a chama arderá em ti. Porque eu sou o Senhor teu Deus, o Santo de Israel, o teu Salvador; dei o Egito por teu resgate, a Etiópia e a Seba em teu lugar. Visto que foste precioso aos meus olhos, também foste honrado, e eu te amei, assim dei os homens por ti, e os povos pela tua vida." (Isaías 43:1-5). Pois elas sempre nos motivam a nos mantermos bem próximos de Jesus.

Esta canção, cantada por Nelson Ned, diz tudo em tão poucas palavras:
https://youtu.be/E-zws_ivImQ

Cordialmente;
Bispo Calegari

terça-feira, 13 de junho de 2017

Haverá um dia

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Haverá um dia... Em que o Sol da Justiça, conhecido pelo nome de Jesus, verá concluída sua missão de dissipar as trevas; e os raios de sua luz encherão de brilho a região e sombra da morte, finalizando a libertação de todos os seus cativos. Nesse dia, os crentes renascidos resplandecerão na plenitude da divina luz.

Haverá um dia... Em que as trevas farão sua última tentativa, de se impor sobre os iluminados pela luz do amor de Deus; pois o brilho do Sol da justiça irá confinar o mundo tenebroso em sua eterna escuridão. Nesse dia, a luz projetada pelo Sol da Justiça, finalmente iluminará aqueles que ainda caminham pelo vale escuro. 

Haverá um dia... Em que o mal será finalmente banido, ainda que procure resistir e se perpetuar; pois apenas o amor de Deus  reinará - supremo e absoluto. Nesse dia, finalmente, os salvos serão integrados ao lugar onde o sol não se põe e a paz não se finda; pois o Sol da Justiça iluminará e aquecerá os redimidos.

Na cidade eterna, "nunca mais haverá maldição contra alguém; e nela estará o trono de Deus e do Cordeiro, e os seus servos o servirão. E verão o seu rosto, e nas suas testas estará o seu nome. E ali não haverá mais noite, e não necessitarão de lâmpada nem de luz do sol, porque o Senhor Deus os ilumina; e reinarão para todo o sempre." (Apocalipse 22.3-5). Este dia virá!

Chorei muitas vezes, com esta canção de Adhemar de Campos:
https://youtu.be/2XufeBoF15I

Cordialmente;
Bispo Calegari

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Ingrediente indispensável

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Hoje, ao despertar para orar, fui abençoado com duas lindas lembranças; sendo que a primeira delas, foi este lindo texto: "Bom é louvar ao SENHOR, e cantar louvores ao teu nome, ó Altíssimo" (Salmos 92:1). E a segunda, o fato de hoje ser "Dia dos Namorados"!! É que nosso casamento não foi apenas o encontro de duas vidas que se amam; pois, nele, alcancei o favor do Senhor. E a minha querida esposa Maria Célia não é apenas cônjuge; mas também amiga e companheira dedicada. Na medida em que o tempo passa, mais dependemos um do outro. Cada dia, louvo a Deus por ela!

Ontem, a convite do Pastor Antonio Santana, estivemos na IMW do Jardim Peró, em Cabo Frio, para pregar no culto de missões promovido pela igreja. Senti abençoada atmosfera de alegria e motivação permear cada ato do culto. Não exagero ao dizer, que esta igreja desfruta de graça e unção do Espírito. Aleluia! Louvo ao Senhor, por termos sido vasos de edificação (Deus nos ungiu na pregação). Tenho aprendido que, para pregar, o devido preparo bíblico não dispensa a oração; pois a unção é ingrediente indispensável - na vida e na obra de um pregador do evangelho.

O que tentei dizer, está em sintonia com este texto: "Serei ungido com óleo fresco. Os meus olhos verão o meu desejo sobre os meus inimigos, e os meus ouvidos ouvirão o meu desejo acerca dos malfeitores que se levantam contra mim. O justo florescerá como a palmeira; crescerá como o cedro no Líbano. Os que estão plantados na casa do Senhor florescerão nos átrios do nosso Deus. Na velhice ainda darão frutos; serão viçosos e vigorosos, Para anunciar que o Senhor é reto. Ele é a minha rocha e nele não há injustiça." (Salmos 92:10-15). Quão precioso é o óleo da unção!

Por favor, você que prega e ouve pregação, ouça esta canção:
https://youtu.be/T2ZEJdVEd6s

Cordialmente;
Bispo Calegari

domingo, 11 de junho de 2017

Vivemos dias difíceis

A imagem pode conter: texto

Vivemos dias difíceis, marcados por verdades aparentes e por realidades confusas; em que não se sabe com clareza quem é quem. É comum, hoje em dia, vermos criminosos defendidos por seus juízes (como se fossem seus advogados); assassinos que não disparam um só tiro; ladrões que assaltam sem o uso de arma. Realmente... Este é um tempo de engano, como jamais se viu na história humana - em que os inocentes são tidos por culpados; e os culpados são aclamados como heróis. Enfim... Só mesmo apegados aos valores da fé bíblica poderemos vencer.

Nos dias que vivemos, precisamos nos firmar sobre os reais valores  da Bíblia; pois o combate entre a fé e a loucura está chegando à níveis muito perigosos. Vivemos dias, que ídolos mudos são chamados de santos, demônios imundos se disfarçam de anjos de luz, e falsos apóstolos se travestem de ministros de Deus. Afora isto... Este é um tempo de cruel caça aos judeus e aos cristãos - não só pela fé que praticamos; mas, sobretudo, pelos valores que defendemos e ensinamos aos nossos filhos. Em dias assim; precisamos nos manter em estado de alerta.

A Palavra nos alerta: "Sabe, porém, isto: que nos últimos dias sobrevirão tempos trabalhosos. Porque haverá homens amantes de si mesmos, avarentos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes a pais e mães, ingratos, profanos, Sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, Traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, Tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Destes afasta-te." (2 Timóteo 3:1-5). Devemos estar vigilantes e perseverantes!

Esta música é um alerta aos que pretendem viver em Cristo:
https://youtu.be/d1bqPJRYkMs

Cordialmente;
Bispo Calegari

sábado, 10 de junho de 2017

Minha sagrada rotina

A imagem pode conter: texto

Madrugada ainda alta e eu prostrado, aos pés do Senhor... Em minha sagrada rotina. Que bênção é poder desfrutar de paz e segurança, estando envolto no manto da misericórdia de Deus; pois a Bíblia diz que "as misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim; Novas são cada manhã" (Lamentações 3:22-23). Portanto, cada dia representa a extensão deste manto, sobre a vida dos que confiam no Senhor e se entregam ao seu cuidado. Aleluia! Pois a nossa vida é como uma pedrinha lançada sobre espelho d'água.

Eu me lembro de quando, ainda menino, ficava à beira da praia onde vivi minha infância - atirando pedrinhas chatas sobre o mar calmo de Jurujuba... Era como se a pequenina pedra cantasse, à medida que ricocheteava sobre a água tranquila. E eu ficava olhando; até que o seixo tivesse seu último contato com a água e submergisse. E hoje, ao pensar neste fato; eu me sinto como aquela pedrinha diminuta, que vai resvalando pelo mar da vida - até o instante em que meu corpo finalmente repousará no leito do mar, e meu espírito retornará aos braços do Pai. Maravilha!

Pensemos nisto: "Porque os que dormem, dormem de noite, e os que se embebedam, embebedam-se de noite. Mas nós, que somos do dia, sejamos sóbrios, vestindo-nos da couraça da fé e do amor, e tendo por capacete a esperança da salvação; Porque Deus não nos destinou para a ira, mas para a aquisição da salvação, por nosso Senhor Jesus Cristo, Que morreu por nós, para que, quer vigiemos, quer durmamos, vivamos juntamente com ele. Por isso exortai-vos uns aos outros, e edificai-vos uns aos outros, como também o fazeis." (1 Tes 5:7-11). Glória ao Senhor!

Amei esta canção de Lázaro, desde a primeira vez a que ouvi:
https://youtu.be/iM60A0CrKjE

Cordialmente;
Bispo Calegari

sexta-feira, 9 de junho de 2017

Conjunto de promessas

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Uma das coisas boas, que acontecem na vida de quem ama e teme ao Senhor; é poder despertar para o novo dia, com o seu pensamento voltado para as promessas de Deus. Sei que a vida reserva momentos maus, que surpreendem a todos; todavia, a Palavra de Deus apresenta uma relação de promessas; que, segundo observação de alguns, abrange todos os dias do ano. Agora mesmo, estou a pensar no fato, que "O SENHOR é a minha luz e a minha salvação; a quem temerei? O SENHOR é a força da minha vida; de quem me recearei?" (Salmos 27:1). Benditas promessas!

Tenho tantas promessas presentes em minha lembrança, que daria para escrever um livro de grosso volume. Glória a Deus! São promessas, para o dia e para a noite, para os momentos de alegria e tristeza, para os enfermos e os enfraquecidos. Hum... Nem dá para enumerar seu leque de abrangência. Eis um exemplo: "Ele te cobrirá com as suas penas, e debaixo das suas asas te confiarás; a sua verdade será o teu escudo e broquel. Não terás medo do terror de noite nem da seta que voa de dia" (Salmos 91:4-5). Como eu já disse... São tantas, que nem dá pra contar! Aleluia!

Este salmo que cito, soma um conjunto de promessas: "Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia. Portanto não temeremos, ainda que a terra se mude, e ainda que os montes se transportem para o meio dos mares. Ainda que as águas rujam e se perturbem, ainda que os montes se abalem pela sua braveza. (Selá.) Há um rio cujas correntes alegram a cidade de Deus, o santuário das moradas do Altíssimo. Deus está no meio dela; não se abalará. Deus a ajudará, já ao romper da manhã." (Salmos 46:1-5). Louvado seja o nome do Senhor Jesus!

Que canção maravilhosa! É uma canção que muito me abençoa:
https://youtu.be/mIWxPgGnVFU

Cordialmente;
Bispo Calegari

quinta-feira, 8 de junho de 2017

Seguro sob o seu olhar

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Gosto muito de refletir sobre este interessante ciclo da vida - dia e noite se sucedendo ininterruptamente; a envolver tudo aquilo que acontece em seu turno. Lágrimas e sorrisos se intercalam - à luz do dia ou à sombra da noite; resultantes de dor ou prazer, de problemas ou soluções... Enfim; tudo se sucedendo, em uma rotina inevitável. Então, eu me prostro perante o Deus eterno e lhe agradeço o dom da vida; ao mesmo tempo em que lhe peço que me livre do mal - previsível ou inesperado. E assim, nele descanso!

Como faz bem ao meu espírito, saber que o meu Senhor rege o universo. Aleluia! Como me sinto seguro sob o seu olhar e sob o seu agir. Glória a Deus! Não foram poucas as vezes, em que me curvei perante a sua face, confuso e inseguro; mas, me levantei fortalecido, renovado e preparado para lidar com provas que um novo dia sempre traz em sua esteira. As vezes, me deparo com pessoas feridas e cheias de tristeza, sem saber como arcar com sua dor; todavia, mesmo assim, sem motivação para orar ao Senhor.

Gosto de meditar nesta oração de Davi: "Inclina, SENHOR, os teus ouvidos, e ouve-me, porque estou necessitado e aflito. Guarda a minha alma, pois sou santo: ó Deus meu, salva o teu servo, que em ti confia. Tem misericórdia de mim, ó Senhor, pois a ti clamo todo o dia. Alegra a alma do teu servo, pois a ti, Senhor, levanto a minha alma. Pois tu, Senhor, és bom, e pronto a perdoar, e abundante em benignidade para todos os que te invocam." (Salmos 86:1-5). Pois ela é tão estimulante e reconfortante.

Como edifica esta oração de Davi, cantada por Feliciano Amaral:
https://youtu.be/a42hho3vBZA

Cordialmente;
Bispo Calegari

quarta-feira, 7 de junho de 2017

Riquezas que carrego comigo

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Uma das riquezas que carrego comigo é a convicção de que eu sou abençoado. Portanto... Sei que não tenho razão suficiente para me queixar de qualquer dor ou aflição que o mundo tenta a todo custo me impor; pois entendo o processo que me depura, das manchas que o pecado tenta me infligir. Então, ainda que a razão busque motivos para se rebelar ou indispor, não entrarei neste tipo de jogo; pois sei quem fui, de onde Deus me tirou; e onde Ele me colocou. Glória a Deus! Sei que a verdadeira paz se impõe em meio à guerra, anulando as dores da existência.

Quando encontrei Jesus; também encontrei a verdadeira razão de viver, indicada na Bíblia, neste texto a dizer que: "Deus quis fazer conhecer quais são as riquezas da glória deste mistério entre os gentios, que é Cristo em vós, esperança da glória" (Colossenses 1:27). Então, a paz advinda desta graça experimentada, supre aquilo que porventura falta e mitiga a dor causada pelo mal que nos fazem. Enfim... Toda dor tem um propósito (secular ou sagrado) que precisa ser entendido por quem sofre; cujo fim é aprimorar a vida humana, depurando vaidade e anulando maldade.

Impressionante este texto: "Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus. Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai." (Filipenses 4:6-8) Aleluia, pela graça alcançada!

Gloriosa paz é a que recebemos, ao recebermos Jesus:
https://youtu.be/3uC88tZe6P8

Cordialmente;
Bispo Calegari

terça-feira, 6 de junho de 2017

Nosso nível de oração

A imagem pode conter: texto

Ao orar ontem de manhã (antes de viajar de volta à casa); agradeci ao Senhor, por ter me permitido falar do Seu amor e em Seu nome. No domingo, preguei na 5ª IMW pela manhã e na IMW do Planalto a noite; em ambas as igrejas, pude sentir o mover do Espírito entre nós (senti calor do fogo em meu coração e gosto do mel em meus lábios). Glória a Deus! Pude rever e abraçar irmãos (antigos e novos); e também abraçar os pastores, Iankee Berget e Adriano Silva - além de Renato Jabor e Marcelo Moraes, em cujas igrejas pregamos. Louvo a Deus por poder ser um servo útil!

Enquanto eu orava; clamei ao Senhor por meus queridos filhos, por minha querida esposa (que ainda descansava da maratona do fim de semana); sem esquecer meus companheiros bispos e meus amigos e irmãos na Causa do Mestre Jesus. Já perdi a conta, das vezes que disse: que orar nunca é demais; é sempre de menos. E, nos dias que vivemos, precisamos melhorar nosso nível de oração; pois percebo, que até os relacionamentos mais conservadores (como família, amizades, etc) por falta de perdão e tolerância; não conseguem mais subsistir como antigamente.

As palavras de Jesus aos discípulos (no episódio da figueira infrutífera) me ajudaram, inúmeras vezes, em meu desejo de crescer na vida espiritual: "Por isso vos digo que todas as coisas que pedirdes, orando, crede receber, e tê-las-eis. E, quando estiverdes orando, perdoai, se tendes alguma coisa contra alguém, para que vosso Pai, que está nos céus, vos perdoe as vossas ofensas. Mas, se vós não perdoardes, também vosso Pai, que está nos céus, vos não perdoará as vossas ofensas." (Marcos 11:23-26). Faz bastante tempo, pude entender que oração e perdão caminham juntos.

Louvo a Deus, pelo dom do compositor e cantor Sérgio Lopes:
https://youtu.be/S3KB__f4qYI

Cordialmente;
Bispo Calegari

segunda-feira, 5 de junho de 2017

Dias de distorção de valores

A imagem pode conter: texto

Sábado, preguei na segunda noite do programa de inauguração da IMW do Planalto ( em Muriaé). Confesso que eu não saberia reproduzir as palavras pregadas; até porque, nem costumo usar esboço. Mas, que foi sobrenatural, isso foi! Deus nos falou, em alto e bom som; e palavra alguma cairá por terra. Glória a Deus! Que vivemos dias de distorção de valores, creio que a maioria já deve ter percebido (tempo em que muitos buscam na Bíblia, alguma base que abone ambição por riqueza e conduta libertina). creio que fazer uso da graça para validar pecado é insano e perigoso.

Ontem concluímos a nossa presente missão em Muriaé. Pregamos na 5ª IMW (bairro Sta Terezinha) em seu culto matutino (culto de santa ceia). E ao anoitecer, rumamos para a congregação do bairro Planalto. Reconheço não ser possível reproduzir unção ou encenar poder (muitos tentam, em vão, reproduzir ambiente de poder com luz psicodélica; e encenar a shekinah com fumaça de gelo seco). Acho muito perigoso "brincar" com valores sagrados; ou (até pior) tentar falsificar o sobrenatural de Deus. Será que os que assim procedem não entendem que aquilo que semeamos, vamos colher?

A Palavra de Deus em todas as suas promessas e advertências, é fiel e fidedigna. Portanto, devemos considerar e procurar viver este texto: "Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará. Porque o que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna. E não nos cansemos de fazer bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não houvermos desfalecido." (Gálatas 6:7-9). É sabido que, segundo a Bíblia, a loucura da pregação pode até salvar; mas a loucura do pregador pode condenar.

Esta canção de Fernandinho é um alerta aos servos de Deus:
https://youtu.be/MBLfnDXuKRA

Cordialmente;
Bispo Calegari

sábado, 3 de junho de 2017

Eu insisto: Orar é crescer

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Tenho decidido que, jamais devo abrir mão de meu momento devocional (enquanto eu oro... aprendo, sou protegido, e posso estender o manto de proteção até aos meus queridos). Sei que provações são parte do processo de aprimoramento; portanto, elas trazem benefícios inerentes ao propósito de Deus - de me proteger e qualificar para viver em Sua presença; e me preparar  para travar o bom combate da fé. Enfim, preciso entender que as provações não são minhas inimigas; e que orações não são mero procedimento religioso. Não mesmo! Pois, orar é crescer!!!

Ontem, ao fim do culto na nova congregação da IMW de Safira (carinhosamente chamada de IMW do Planalto); Deus me deu a graça de assistir a um admirável casa de restauração de família. Foi sobrenatural! Todavia, sei que isto não foi obra de acaso ou de momento favorável. Creio que, orações seguidas de trabalho discipular muito bem conduzido pelo Pr Renato Jabor Campos & Ducilea Jabor, proporcionaram o maravilhoso desfecho que nós assistimos no culto inauguração desta congregação. Enfim... Eu insisto: Orar é crescer! Aleluia!!!

Neste texto, Jesus declara ter orado por Pedro e expõe o seu caráter inconverso: "Disse também o Senhor: Simão, Simão, eis que Satanás vos pediu para vos cirandar como trigo; Mas eu roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça; e tu, quando te converteres, confirma teus irmãos. E ele lhe disse: Senhor, estou pronto a ir contigo até à prisão e à morte. Mas ele disse: Digo-te, Pedro, que não cantará hoje o galo antes que três vezes negues que me conheces." (Lucas 22:30-34). Portanto; é nosso dever orar por todos; até mesmo por quem parece não ter jeito. Amém.

Me lembro dos efeitos desta canção, ao ouvi-la pela primeira vez:
https://youtu.be/g9J5qs6Xw7U

Cordialmente;
Bispo Calegari

sexta-feira, 2 de junho de 2017

Família em crise

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, texto e atividades ao ar livre

Em meu trabalho pastoral; sempre me deparo com famílias, em crise, a viver seu drama pessoal (até mesmo família com forte base bíblica e cristã). Situações assim não me causam qualquer surpresa; primeiro, porque a Bíblia está pontilhada de casos, em que boas famílias foram golpeadas por graves problemas entre os seus; segundo, porque o próprio Jesus nos previne, sobre as aflições que teremos no mundo: "Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo" (João 16.33). Então, face aos males que afligem nosso lar, devemos clamar pelo socorro de Deus.

Jamais devemos esquecer, que temos promessas vigentes, que o próprio Deus fez, para nos incentivar em quanto sofremos as intempéries da vida. Ele prometeu estar sempre conosco: "e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos" (Mateus 28.20). Nosso maior problema é que, em meio aos conflitos - no lar e fora dele - esquecemos facilmente o que Deus nos tem falado; nos deixamos agitar por nossa ansiedade e, na maioria das vezes tomamos nossas próprias medidas; que agravam ainda mais aquilo que já está ruim. Enfim... Precisamos esperar em Deus; pois dele vem o nosso socorro (Salmo 40.1). Amém!

Medite neste texto: "assim diz o SENHOR que te criou, ó Jacó, e que te formou, ó Israel: Não temas, porque eu te remi; chamei-te pelo teu nome, tu és meu. Quando passares pelas águas estarei contigo, e quando pelos rios, eles não te submergirão; quando passares pelo fogo, não te queimarás, nem a chama arderá em ti. Porque eu sou o Senhor teu Deus, o Santo de Israel, o teu Salvador; dei o Egito por teu resgate, a Etiópia e a Seba em teu lugar. Visto que foste precioso aos meus olhos, também foste honrado, e eu te amei, assim dei os homens por ti, e os povos pela tua vida." (Isaías 43:1-4). E então, mantenha sua confiança no Senhor!

Esta canção está em sintonia com esta mensagem:
https://youtu.be/cVKVZ1t7tQQ

Cordialmente;
Bispo Calegari

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Avivamento para este tempo

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Hoje, enquanto eu ainda orava; senti crescer em mim, a necessidade de interceder - por minha pequena casa, por meus líderes e por meus amigos. É um sentimento inexplicável este! O Escritor aos Hebreus nos adverte, que devemos deixar "todo o embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia" (Hebreus 12:1). E esta é advertência por demais importante. Mas, quero alertar sobre a urgência de buscarmos de Deus. Sei que ele está perto - ainda que não vejamos; pois a Palavra diz que: "Perto está o Senhor" (Filipenses 4:5). Portanto, precisamos nos aproximar desta Presença!

Um segmento da Igreja de Cristo percebe a necessidade de um avivamento, em dias tão maus. Também creio, sermos carentes de um avivamento (não o tipo de avivamento movido à canções e foguetórios); todavia, o real avivamento, que põe em destaque a necessidade de estarmos preparados - não para usufruir bens na terra - mas para a vinda de Jesus, que virá nos buscar; para vivermos eternamente com ele. Sim! Creio no avivamento que vem mediante oração - não para salvar o mundo (pois, para isto Jesus já veio) - todavia... Para despertar os crentes adormecidos. 

Creio ser possível um avivamento para este tempo: "Veio sobre mim a mão do SENHOR, e ele me fez sair no Espírito do SENHOR, e me pôs no meio de um vale que estava cheio de ossos. E me fez passar em volta deles; e eis que eram mui numerosos sobre a face do vale, e eis que estavam sequíssimos. E me disse: Filho do homem, porventura viverão estes ossos? E eu disse: Senhor DEUS, tu o sabes. Então me disse: Profetiza sobre estes ossos, e dize-lhes: Ossos secos, ouvi a palavra do Senhor." (Ezequiel 37:1-4). Pois o vale de ossos secos é uma prova desta possibilidade.

Canções, como esta, são muito importantes para este tempo:
https://youtu.be/hQfZsY3QgG8

Cordialmente;
Bispo Calegari