segunda-feira, 22 de maio de 2017

Porque a vida passa

A imagem pode conter: 3 pessoas, texto

Precisei levantar mais cedo para orar, em madrugada fria com que Petrópolis nos brinda. O motivo, foi orar em favor de minha querida esposa e meus queridos filhos, que fizeram anos (Pr. Calegari, nesta quinta, dia 18; Maria Célia e Elizeu hoje, dia 21; Ezequiel, 25 de abril; Daniela, 19 de janeiro). O tempo passa tão depressa que nem notamos (meus filhos já estão na casa dos 40 anos). A Bíblia alerta que: "toda a carne é como a erva,e toda a glória do homem como a flor da erva.Secou-se a erva, e caiu a sua flor" (1 Pedro 1:24). Não esqueçamos de buscar a Jesus enquanto ainda temos tempo... Porque a vida passa.

Vejo as pessoas perderem seu tempo com o que não é de proveito algum, gastando os seus dias sem nenhuma noção do quanto irão se arrepender, por não terem aproveitado melhor os dias passados. Mas, infelizmente, não adianta muito falar sobre isto; pois - diferente daqueles que aprendem com os erros dos outros; existem muitos, que só conseguem aprender com os seus próprios erros (na maioria das vezes, sem chance de reparar o mal feito ou de recuperar o tempo perdido). A minha esperança é que os que desperdiçam seu tempo; ainda tenham tempo de por a vida em ordem, aceitando Jesus como Senhor.

Ainda lembro como este texto bíblico me falou, na primeira vez que o li: "E, depois que João foi entregue à prisão, veio Jesus para a Galileia, pregando o evangelho do reino de Deus, E dizendo: O tempo está cumprido, e o reino de Deus está próximo. Arrependei-vos, e crede no evangelho. E, andando junto do mar da Galileia, viu Simão, e André, seu irmão, que lançavam a rede ao mar, pois eram pescadores. E Jesus lhes disse: Vinde após mim, e eu farei que sejais pescadores de homens. E, deixando logo as suas redes, o seguiram." (Marcos 1:14-18). Nele, Jesus dá destaque ao arrependimento e fé no evangelho! 

Precisamos agradecer a Deus por belas canções, como esta:
https://youtu.be/Pjcrp4g0GvU

Cordialmente;
Bispo Calegari

domingo, 21 de maio de 2017

Bendita graça de Deus

A imagem pode conter: 1 pessoa, sorrindo, texto

Sinto prazer em me manter apegado aos valores bíblicos e morais, que abracei desde que me converti ao Senhor Jesus. E assim vivendo; não aceitarei argumentos convincentes sobre conceitos discutíveis - ainda que razoáveis; e não me deixarei enganar por sentimentos adocicados, próprios do homem natural - ainda que praticados pela maioria das pessoas à minha volta. Minha vida está ligada à minha crença, que adotei ainda jovem, e viverei nela e por ela - ainda que os meus olhos vejam muitos a mudar de lado. Portanto; não abrirei mão de meu credo no Senhor Jesus e em Sua Palavra!

Nesta manhã, enquanto eu cantava "Consagração" (canção que lançou Aline Barros); fiquei pensando nas maravilhas de Deus, que estão impressas no mundo natural (o verde das matas, o colorido das flores, a beleza dos animais, a vastidão dos mares, a imponência das montanhas, a nobreza do ser humano). Tanta riqueza junta a testificar da majestade do Criador! Glória a Deus! Deus é sábio, perfeito, amoroso e eterno! O pecado não alterou o Seu amor para com o homem; pois deu Jesus para nos salvar. Sim! Somos salvos pela graça, restaurados pela graça, somos filhos de Deus!

A Bíblia nos adverte, quanto ao caminho dos pecadores; "Entre os quais todos nós também antes andávamos nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos por natureza filhos da ira, como os outros também. Mas Deus, que é riquíssimo em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou, Estando nós ainda mortos em nossas ofensas, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos), E nos ressuscitou juntamente com ele e nos fez assentar nos lugares celestiais, em Cristo Jesus;" (Efésios 3-6). Bendita graça de Deus!

Consagração: Esta deve ser a atitude do verdadeiro cristão:
https://youtu.be/Mhf1Ga4Kc2I

Cordialmente;
Bispo Calegari

sábado, 20 de maio de 2017

Servo de Deus que não ora

A imagem pode conter: texto

Ao longo de minha vida cristã, tenho procurado manter minha fé viva e meu amor atuante; e não conheço meio melhor para este fim, que manter o lugar de oração sempre aquecido. Sei que a Palavra de Deus pode guardar do desvio moral; mas é a oração que nos livra da frieza espiritual. Então... Não devemos permitir que o sol se ponha sobre nossa omissão; pois orar, além de ser  a melhor preparação para a obra do Senhor; é também questão de sobrevivência espiritual. Um servo de Deus que não ora, não irá muito longe; e, se for, chegará ao final de sua vida frio e indiferente.

Hoje mesmo, enquanto eu orava; expus à Deus minha gratidão por tudo que tem feito por mim e minha família. Tenho feito tão pouco em retribuição; todavia... Até o pouco que tenho feito; o tenho feito sob a luz de Sua presença e manifestação do Seu poder. Na verdade... Conforme o dizer de uma canção em declaração profética: Do Senhor é todo o trabalho; e o meu trabalho é tão somente descansar n'Ele. Portanto... Não devo temer o amanhã cheio de lutas e desafios; pois os meus olhos estão postos bem além do horizonte sombrio e a minha vida repousa segura em Jesus.

Eu perdi a conta, das vezes preguei sobre este texto bíblico: "Deleita-te também no Senhor, e te concederá os desejos do teu coração. Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele o fará. E ele fará sobressair a tua justiça como a luz, e o teu juízo como o meio-dia. Descansa no Senhor, e espera nele; não te indignes por causa daquele que prospera em seu caminho, por causa do homem que executa astutos intentos. Deixa a ira, e abandona o furor; não te indignes de forma alguma para fazer o mal." (Salmos 37:4-8). Eu creio e vivo sob a sombra que ele projeta.

Eu gostava de ouvir meu filho Ezequiel cantar esta canção:
https://youtu.be/yOXmW48OIVs

Cordialmente;
Bispo Calegari

sexta-feira, 19 de maio de 2017

Meu espírito se levanta

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Hoje de manhã, o Espírito de Deus me levou a refletir sobre vida presente e vida futura; mas, algo fora dos padrões normais do pensamento. Pensei na beleza e alegria do céu... Porém; como poder imaginar a cor e o som de um lugar envolto em mistério? Pois, assim é o céu (ao menos para mim)! Pensei nas lutas e provações da terra (isto é mais fácil imaginar, pois é o que vemos todos os dias). Geralmente, quanto pensamos na vida presente; somos tendentes a pensar nas coisas que nos foram tiradas e que nos foram negadas. Porém, a vida é bem mais que perdas sofridas.

É comum vermos alguém externar dor e pesar, por não ter sido ajudado ou lembrado. Quanto a mim; vivo esta realidade diária: Quando minha alma tenta lamentar a dor de ter sido esquecida, ou de algo que lhe tenham negado; o meu espírito se levanta e questiona: Como cobrar coisas daqueles que devo amar, e que não consigo amar em plenitude? E logo, canto uma canção de louvor a Deus e sigo em frente; pois, recebo sempre bem mais do que valho e tenho bem mais do que mereço. Além disto; são tantos os que sofrem mais que eu... Oh, meu Deus! Tu é fiel! Aleluia!

Como eu aprendo com este testemunho bíblico: "Ora, muito me regozijei no Senhor por finalmente reviver a vossa lembrança de mim; pois já vos tínheis lembrado, mas não tínheis tido oportunidade. Não digo isto como por necessidade, porque já aprendi a contentar-me com o que tenho. Sei estar abatido, e sei também ter abundância; em toda a maneira, e em todas as coisas estou instruído, tanto a ter fartura, como a ter fome; tanto a ter abundância, como a padecer necessidade. Posso todas as coisas em Cristo que me fortalece." (Filipenses 4.10-13). Amém, Senhor!

Perdi a conta das vezes que cantei (e ainda canto) esta canção:
https://youtu.be/dBiNmX2Hr6E

Cordialmente;
Bispo Calegari

quinta-feira, 18 de maio de 2017

Oração no começo e no fim

A imagem pode conter: texto

São tantas coisas a ocupar meus pensamentos, nesta bela e fria manhã de quinta-feira... Portanto, precisei me estender perante o Senhor (como habitualmente costumo fazer); todavia, por razões tão diversas - desde o aniversário de meu primogênito, Pastor Calegari (motivo de grande alegria); até a crise que se instalou no Brasil, nos últimos anos, em agravamento crescente (motivo de grande preocupação). Então, devemos orar pelos bons motivos (oração de gratidão de louvor) e também, pelos maus motivos (oração de súplica). Pois, oração deve estar no começo e no fim de tudo.

Tenho visto crentes envoltos em crises (pessoal e familiar); que não demonstram nenhum sinal de que, concretamente, dedicam tempo à oração. Conheço alguns que vivem a pedir orações de terceiros, mas que não oram - sem se aperceberem do valor de suas próprias orações. Estou convencido, com base em ensino da Bíblia e experiência pessoal; que as orações podem prevenir da doença ou antecipar sua cura. Logo, um cônjuge com problema em seu casamento deve orar sem esmorecer por sua família; e pais que choram por filhos desencaminhados, devem orar por sua vitória.

Este texto é um incentivo à oração: "E o Senhor apareceu de noite a Salomão, e disse-lhe: Ouvi a tua oração, e escolhi para mim este lugar para casa de sacrifício. Se eu fechar os céus, e não houver chuva; ou se ordenar aos gafanhotos que consumam a terra; ou se enviar a peste entre o meu povo; E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra." (2 Crônicas 7:12-14). Desde cedo aprendi muito com ele. Louvado seja Deus!

Gosto muito das canções de Beatriz. Esta é sobre oração:
https://youtu.be/qIRCAIdv9Y8

Cordialmente;
Bispo Calegari

quarta-feira, 17 de maio de 2017

Não devemos estranhar

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto

Sempre que retorno à casa, sinto prazer em poder voltar ao meu lugar de oração preferido. E hoje de manhã, ao despertar para o novo dia, enquanto me dirigia à oração da madrugada; fiquei a pensar com os meus botões... Algumas vezes, somos tomados por certo tipo de tristeza, cuja razão e origem não é facilmente encontrada (penso que isto deve acontecer com toda a gente). Na verdade, a vida costuma intercalar alegria e tristeza; pois são experiências necessárias ao nosso amadurecimento. Logo, não devemos estranhar; e sim, tentar conhecer sua causa e razão.

A mesma Palavra de Deus que a todos ensina, que "a alegria do Senhor é a vossa força." (Neemias 8:10); também certifica, que "a tristeza segundo Deus opera arrependimento para a salvação da qual ninguém se arrepende;" (2 Coríntios 7:10). Logo, ambas as experiências cooperam para nossa edificação; contanto, que nossa alegria seja mesmo "do Senhor" e nossa tristeza seja de fato "segundo Deus". A Bíblia diz que tudo aquilo que fizermos, deve ser para a glória de Deus (1 Coríntios 10.31). Mas isto só é possível se estivermos em Cristo, procurando viver cada dia no Senhor.

Este texto bíblico sempre me reconduziu a uma vida de entrega: "Aquele que faz caso do dia, para o Senhor o faz e o que não faz caso do dia para o Senhor o não faz. O que come, para o Senhor come, porque dá graças a Deus; e o que não come, para o Senhor não come, e dá graças a Deus. Porque nenhum de nós vive para si, e nenhum morre para si.  Porque, se vivemos, para o Senhor vivemos; se morremos, para o Senhor morremos. De sorte que, ou vivamos ou morramos, somos do Senhor." (Romanos 14.6-8). Em minha vida cristã eu aprendi, que submissão é preciso!

No culto, Maria Célia fez menção desta canção, que cantamos:
https://youtu.be/4Oh6hhUIpMk

Cordialmente;
Bispo Calegari

terça-feira, 16 de maio de 2017

Laços de amor e fraternidade

A imagem pode conter: texto

Ontem de manhã, viajamos de volta à Petrópolis - após um fim de semana rico e enriquecedor aqui em Volta Redonda. Dentre as alegrias que tivemos; está a de termos pregado três vezes, na IMW Vista Alegre, a de termos almoçado com os nossos primos - Joselita, Silas, Jonas, Joeci e seus cônjuges; e a de termos sido hospedados na casa de nossos cunhados - Murilo, Hallison, seus filhos (nossos queridos sobrinhos). Não exagero, ao dizer que o Senhor fez algo maravilhoso na igreja! Pois, ainda esta vez, Deus pôde nos usar para Sua glória e edificação de Seu povo. Glória ao Senhor!

Vivemos um tempo, em que laços de amor e fraternidade cristã precisam ser cultivados e fortalecidos. A Palavra de Deus assim declara: "Oh, quão bom e quão suave é que os irmãos vivam em união." (Salmo 133.1). Portanto, viver em comunhão com os irmãos - além de ser bom e suave; também atende à orientação do próprio Deus. O servo de Deus Josué, ao se posicionar ante o povo de Israel, assim se pronunciou: "eu e a minha casa serviremos ao Senhor." (Josué 24:15). Portanto, a unidade da família aliada à unidade cristã é mandamento bíblico: Enfim... Obedecer é preciso!

Este salmo me edifica muito: "Bem-aventurado aquele que teme ao SENHOR e anda nos seus caminhos. Pois comerás do trabalho das tuas mãos; feliz serás, e te irá bem. A tua mulher será como a videira frutífera aos lados da tua casa; os teus filhos como plantas de oliveira à roda da tua mesa. Eis que assim será abençoado o homem que teme ao Senhor. O Senhor te abençoará desde Sião, e tu verás o bem de Jerusalém em todos os dias da tua vida. E verás os filhos de teus filhos, e a paz sobre Israel." (Salmo 128.1-6). Ele põe em destaque o temor de Deus e a estabilidade da família.

Como esta canção edifica a quem a ouve! Glória a Deus!
https://youtu.be/FoFbr6wYSrM

Cordialmente;
Bispo Calegari

segunda-feira, 15 de maio de 2017

Orar é primeira necessidade

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Bem de manhã, orar é preciso; pois, sempre existem os diversos motivos de sempre. E assim foi no sábado findo; quando viajamos bem cedo, para Volta Redonda; em cumprimento a mais uma missão (desta vez, pregamos sábado e domingo, na IMW Vista Alegre pastoreada pelo Pastor Murilo Araújo). Na verdade, orar é primeira necessidade de qualquer dia; porém, quando somos convidados a fazer algo para Deus e para Seu povo; o dia se reveste de um significado bem especial. E qualquer servo de Deus que compreende deste modo; sabe o valor de uma preparação espiritual condizente com a grandeza e a nobreza desta santa missão.

Preciso frisar que - logo de manhã - estar ao pés do Senhor não é apenas a primeira ação do dia; pois, na oração está a base de sustentação daqueles que pretendem agradar a Deus em mais um dia de existência. Logo, se não temos uma missão tão nobre para um dia qualquer; pelo menos, temos o desafio de viver para a glória de Deus em tudo aquilo que fizermos - em conformidade com o que a Bíblia diz: "Portanto, quer comais quer bebais, ou façais outra qualquer coisa, fazei tudo para glória de Deus." (1 Coríntios 10:31). E assim, todo crente que adotar esta prioridade; certamente que irá colher bons e abençoados frutos, em tudo o que fizer.

O salmista Davi fez esta oração (uma oração que deve ser por nós imitada): "Eu, porém, faço a minha oração a ti, Senhor, num tempo aceitável; ó Deus, ouve-me segundo a grandeza da tua misericórdia, segundo a verdade da tua salvação. Tira-me do lamaçal, e não me deixes atolar; seja eu livre dos que me odeiam, e das profundezas das águas. Não me leve a corrente das águas, e não me absorva ao profundo, nem o poço cerre a sua boca sobre mim. Ouve-me, Senhor, pois boa é a tua misericórdia. Olha para mim segundo a tua muitíssima piedade." (Salmos 69:13-16). Enfim... Orar sempre deve ser a primeira ocupação de todos os dias.

Vale a pena ouvir este antigo hino. Ele sempre me inspirou:
https://youtu.be/YIZTQ40oqv0

Cordialmente;
Bispo Calegari

domingo, 14 de maio de 2017

Homenagem às mães

A imagem pode conter: 1 pessoa, sentado e texto

Neste dia, os filhos de todo o Brasil comemoram uma das datas mais importantes, em sua memória, homenageando suas queridas mães. Penso existir uma graça especial, a circundar a vida das mães que fazem jus a esta homenagem. Mas, eu me refiro às que se dedicaram exaustivamente à missão de gerar, dar à luz, amamentar, embalar, conduzir, discipular e entregar ao mundo quem nasceu do seu amor. Que o Senhor salve e guarde as mães! 

Aproveito a inspiração deste dia, para prestar minha homagem especial às mães mais próximas: Minha querida esposa Maria Célia Calegari; minha querida filha Daniela Calegari; e minhas queridas noras, Simone Calegari e Synara Bastos Calegari. Sou um admirador destas mães! Portanto, por meio delas, desejo às mães do mundo inteiro, tudo de bom. Que tenham muita saúde e muita alegria; que desfrutem do carinho e amor de seus filhos.

Neste texto, o próprio Deus faz menção ao amor de uma mãe; e usa este amor como exemplo maior, deixando evidente que só o seu amor está acima do amor de mãe: "Porventura pode uma mulher esquecer-se tanto de seu filho que cria, que não se compadeça dele, do filho do seu ventre? Mas ainda que esta se esquecesse dele, contudo eu não me esquecerei de ti." (Isaías 49:15). Sou grato pela mãe que tive, e que já está com o Senhor!

Esta é uma das belas canções cristãs em homenagem às mães:
https://youtu.be/uf8Dv17b8IY

Cordialmente;
Bispo Calegari

sábado, 13 de maio de 2017

Deus nos vê como seremos

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas, texto e atividades ao ar livre

Inúmeras vezes nos perguntamos "por que"... Mesmo sabendo que toda dor possui sua própria razão, ainda que desconhecida; e que para cada provação, sempre existe um divino propósito. E o nosso maior problema é reclamar do processo que nos conduz ao nosso amadurecimento; questionando o efeito, sem avaliar a causa (este erro é mais comum do que se pensa). No entanto, existem erros que não devemos cometer... Por exemplo: jamais devemos permitir que o dúvida se sobreponha à fé; que o sofrer  se sobreponha à esperança; e que a injustiça neutralize o amor.

Ao longo de minha vida, tenho percebido que Deus não nos vê como realmente somos; mas sim, como nós seremos. Portanto, assim como um médico trata cada paciente segundo a sua enfermidade; também o Senhor sempre nos trata conforme a nossa carência e não conforme a nossa preferência. Então; é raro Deus atender as nossas reclamações infundadas, ou exigências desmedidas; pois ele sabe o que é melhor para cada um de nós. E assim; se tivermos que seguir por montes, Deus não nos levará por vales. Enfim; se escolhermos o nosso próprio rumo, seguiremos sem ele.

Esta oração de Jesus tem uma fim pedagógico inserido em seu drama pessoal: "E, indo um pouco mais para diante, prostrou-se sobre o seu rosto, orando e dizendo: Meu Pai, se é possível, passe de mim este cálice; todavia, não seja como eu quero, mas como tu queres. E, voltando para os seus discípulos, achou-os adormecidos; e disse a Pedro: Então nem uma hora pudeste velar comigo? Vigiai e orai, para que não entreis em tentação; na verdade, o espírito está pronto, mas a carne é fraca." (Mateus 26:39-41). Portanto, nossa oração deve sempre se alinhar com a vontade do Pai.

Ouça e assista este vídeo. Que canção confortadora esta:
https://youtu.be/kooR0a58Djc

Cordialmente;
Bispo Calegari

sexta-feira, 12 de maio de 2017

Um coração novinho

A imagem pode conter: texto

Ao orar, procurei ver o mundo invisível aos olhos; e me angustiei com o que vi: Vidas fugindo de si mesmas... em um interminável troca-troca (a trocar de cônjuge, de casa, de emprego, de lugar); sem perceber que o mal do qual tentam fugir; na verdade, está dentro delas mesmas - em a forma de uma natureza envelhecida, cansada, vencida. Enfim... Esta troca jamais conseguirão fazer por si mesmas; pois somente Deus pode lhes dar uma natureza nova em folha. Sim! Um coração novinho. Aí então, já não é mais preciso viver fugindo de tudo e de todos.

A Bíblia diz que, no caos de antigamente, "Espírito de Deus se movia sobre a face das águas." (Gênesis 1:2). O Espírito santo é como um vento soprado pelo próprio Deus, para trazer vida e ordem ao caos em que se vive fora dele. A Bíblia nos diz que Jesus é o Autor da salvação; portanto, somente Jesus pode fazer a troca da natureza velha pela nova. É por isto que a Palavra diz que "se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo." (2 Coríntios 5:17). E esta experiência, a Bíblia chama de novo nascimento.

Nascer de novo é o encontro com a Vida: "Jesus respondeu, e disse-lhe: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer de novo, não pode ver o reino de Deus. Disse-lhe Nicodemos: Como pode um homem nascer, sendo velho? Pode, porventura, tornar a entrar no ventre de sua mãe, e nascer? Jesus respondeu: Na verdade, na verdade te digo que aquele que não nascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus. O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é espírito." (João 3.3-6). Enfim, todos precisamos nascer de novo.

Esta canção sempre mexe comigo. Louvo a Deus por ela!
https://youtu.be/_gIjmQgCtD0

Cordialmente;
Bispo Calegari

quinta-feira, 11 de maio de 2017

Presença, palavra e propósito

A imagem pode conter: texto

Não é de hoje, ouço dizer que os idosos dormem menos e acordam mais cedo. Não sei até que ponto isto é verdadeiro; o que sei é que sempre acordei cedo. Entretanto, hoje em dia eu acordo bem mais cedo; todavia... Agradeço a Deus por isto; pois a madrugada é um bom momento para refletir (geralmente, já levanto refletindo). Hoje mesmo, ao voltar meu pensamento para Deus; me pus a pensar nestas três palavras: Presença, palavra e propósito. Algumas vezes, a presença de alguém - sendo real ou imaginária - pode alegrar ou assustar. E de igual modo, a presença de Deus pode alegrar ou atemorizar. Mas, me sinto bem em Sua Presença!

Ao pensar na palavra (escrita ou falada); fico a imaginar sua importância na linguagem e comunicação... Sendo formada por um conjunto de letras (que mudam de lugar, dependendo do idioma); se conjugam para formar uma frase (que exprime uma ideia ou sentimento). Dependendo do uso - podem ferir ou curar, podem absolver ou condenar. Enfim... A Palavra de Deus me edifica muito, me motivando ou me contendo. E o propósito? Ele dá sentido e razão à própria existência. E como dá! Na verdade, a vida sem propósito é semelhante a um barco sem segurança e sem rumo. Gosto de pensar no Propósito que o Senhor tem para minha vida.

Estes três textos da Bíblia, explicam aquilo que penso: "Sendo, pois, Abrão da idade de noventa e nove anos, apareceu o Senhor a Abrão, e disse-lhe: Eu sou o Deus Todo-Poderoso, anda em minha PRESENÇA e sê perfeito." (Gênesis 17:1). "Assim será a minha PALAVRA, que sair da minha boca; ela não voltará para mim vazia, antes fará o que me apraz, e prosperará naquilo para que a enviei." (Isaías 55:11). "E sabemos que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu PROPÓSITO." (Romanos 8:28). Presença, Palavra e Propósito são frutos da graça de Deus!

Por favor! Ouça esta canção até o fim. Ela vai te ajudar.
https://youtu.be/srXPMFexE0U

Cordialmente;
Bispo Calegari

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Enquanto nós oramos

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Tenho sentido que a madrugada é o momento de maior sossego para se buscar a face do Senhor; embora eu saiba, que podemos buscar a Deus a qualquer hora (enquanto pudermos acha-lo). Aprendi que orar a Deus sempre faz bem - tanto a nós como aos outros. Agradeço ao Pai, por nos ter ensinado que não precisamos nos sentir bem, para sabermos que tudo está bem. Portanto, preferimos abrir mão das diversas preocupações pertinentes à nós mesmos; para enfim, nos preocuparmos em viver para a glória de Deus. Obrigado, meu Senhor; por tudo que tens feito - em nós, por nós e através de nós. Aleluia!

Enquanto eu me ocupo em orar; meus pensamentos se voltam para minha pequena casa (por sua paz e segurança); sem deixar de orar por meus amigos e irmãos (alguns deles, açoitados por problemas e feridos por enfermidades). Entretanto, estando em oração; é bem melhor derramar o coração diante do Pai, adorando e exaltando ao que vive e reina para sempre! E poder sentir Seu amor em nós; nos tocando e movendo nosso ser. Enquanto nós oramos, poder e milagre se processam, cura e libertação acontecem. Enfim; o agir de Deus se torna palpável, quase visível. Sim! Vale à pena estar diante dele!

Há na Bíblia, várias exortações à oração; e esta é uma delas: "Eis que chamarás a uma nação que não conheces, e uma nação que nunca te conheceu correrá para ti, por amor do Senhor teu Deus, e do Santo de Israel; porque ele te glorificou. Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto. Deixe o ímpio o seu caminho, e o homem maligno os seus pensamentos, e se converta ao Senhor, que se compadecerá dele; torne para o nosso Deus, porque grandioso é em perdoar." (Isaías 55:5-7). Na verdade, orar não é simplesmente mais uma alternativa; e sim, a melhor atitude do crente!

Gosto de ouvir canções antigas, como esta. Glória a Deus!
https://youtu.be/RY1Lm0eFPR0

Cordialmente;
Bispo Calegari

terça-feira, 9 de maio de 2017

O pecado é envolvente

A imagem pode conter: texto, atividades ao ar livre e natureza

Vivemos em um mundo de violência, erros e conflitos... E tudo isto pode ser resumido em uma palavra: pecado. Tozer, servo de Deus do passado, adotou como sua filosofia o fato de que, neste mundo: "tudo está errado, até que Deus endireite". Portanto, a presença do pecado no mundo é perniciosa e pandêmica; daí, o atual estado da civilização, que - mesmo na era das transformações causadas pela alta tecnologia e pela presteza da informação; vive insuperável crise em todos os tipos de relacionamento. O pecado é tão envolvente e sedutor, que suas vítimas nem sequer conseguem aprender com os erros do passado.

Em uma de suas definições teológicas, o pecado é desobediência à Palavra de Deus. Na teologia ele é dividido em dois grupos: pecado por comissão (quando fazemos o que Deus proíbe); e pecado por omissão (quando não fazemos o que Deus ordena). Não é exagero, dizer que o ser humano está enquadrado em ambos os grupos (ele tanto pratica o mal, como deixa de praticar o bem). Ele é a causa de tanta violência e maldade; de tanta dor, física e moral; de tanta devassidão; de tanta desordem familiar. Enfim, as pessoas sofrem tanto deste mal (pecado); porém, se recusam a tomar o remédio (Jesus).

Que Promessa! "Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo. E ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo. E nisto sabemos que o conhecemos: se guardarmos os seus mandamentos. Aquele que diz: Eu conheço-o, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade. Mas qualquer que guarda a sua palavra, o amor de Deus está nele verdadeiramente aperfeiçoado; nisto conhecemos que estamos nele." (1 João 2.1-5). Que bênção!

Perdi a conta, das vezes que refleti sobre a natureza deste texto da Palavra de Deus: "Porque, quando éreis servos do pecado, estáveis livres da justiça. E que fruto tínheis então das coisas de que agora vos envergonhais? Porque o fim delas é a morte. Mas agora, libertados do pecado, e feitos servos de Deus, tendes o vosso fruto para santificação, e por fim a vida eterna. Porque o salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna, por Cristo Jesus nosso Senhor." (Romanos 6:20-23). Nele, encontramos duas sentenças: uma, de morte eterna (pelo pecado); outra, de vida eterna (por Jesus).

Esta canção de Sérgio Lopes trouxe grande contribuição à doutrina da expiação:
https://youtu.be/whHFNBhx_rU

Cordialmente;
Bispo Calegari

segunda-feira, 8 de maio de 2017

Orando por pastores servos

A imagem pode conter: texto

As igrejas locais precisam pedir a Deus, que levante pastores para apascenta-las com desvelo; pois, existem dois tipos de pastores: os que são levantados por Deus e os que são levantados pelas mais diversas circunstâncias. Eu mesmo tenho orado sobre isto; pois, tenho um filho que precisa pastorear e três filhos que precisam ser pastoreados (isto, sem falar no genro, noras e netos). Na verdade, vivemos dias regidos pelo engano. E assim, nos governos humanos vemos homens maus - sedentos por dinheiro e poder; e que, com engano, procuram fortalecer os maus e enfraquecer os bons.

Nas crenças, marcas do engano podem ser vistas em toda parte - não que seja errado crer - todavia, é tão evidente crer com intenção e motivação errada... Só mesmo a graça de Deus, para por ordem em nossa natureza - crédula, sim; porém, nem sempre coerente com a vontade de Deus. Tenho percebido, que um pastor temente a Deus e participante do dia a dia do rebanho; poderá ver pela fé, as suas ovelhas se multiplicarem, de tão satisfeitas e seguras; pois é deste tipo de cobertura que uma ovelha precisa - tanto para se fortalecer, como para se reproduzir. Devemos orar por pastores servos!

Assim diz Deus aos pastores: "Portanto, ó pastores, ouvi a palavra do Senhor: ...os meus pastores não procuraram as minhas ovelhas; e os pastores apascentaram a si mesmos, e não apascentaram as minhas ovelhas; Portanto, ó pastores, ouvi a palavra do Senhor: Assim diz o Senhor DEUS: Eis que eu estou contra os pastores; das suas mãos demandarei as minhas ovelhas, e eles deixarão de apascentar as ovelhas; os pastores não se apascentarão mais a si mesmos; e livrarei as minhas ovelhas da sua boca, e não lhes servirão mais de pasto." (Ezequiel 34:7-10). Precisamos pensar nisso!

Esta canção é tributo, de ovelhas bem cuidadas e apascentadas:
https://youtu.be/m3WdiW5c4AM

Cordialmente;
Bispo Calegari

domingo, 7 de maio de 2017

Cena para sempre gravada

A imagem pode conter: texto

Nunca foi difícil para mim, perceber que a salvação eterna de um ser humano não se dá porque o homem é bom; mas sim, porque Deus é bom. Assim como, a condenação eterna não se dá porque Deus seja mau; e sim, porque o homem é mau. Em minha noção, me dei conta de que a maldade é inerente ao homem - desde sua trágica queda no Éden. Portanto, a maldade não e decorrente de maus tratos sofridos, deformação congênita ou educação precária. Na verdade; os males físicos e morais existentes na vida humana, são efeitos da queda sofrida no Gênesis. Enfim... A salvação é fruto da mais importante missão de resgate já realizada em prol do perdido. 

Ao falar sobre sua missão de salvar, Jesus declarou que "o Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir, e para dar a sua vida em resgate de muitos." (Mateus 20:28). E o Apóstolo Paulo diz que "se nós, sendo inimigos, fomos reconciliados com Deus pela morte de seu Filho, muito mais, tendo sido já reconciliados, seremos salvos pela sua vida." (Romanos 5:10). A tortura que antecedeu o condenação de Jesus, seguida da 'via crucis' - marcada que foi, por escárnio e desprezo - culminando com o Calvário de dor, sangue e morte; é cena para sempre gravada na história, ainda que negada por muitos. Enfim... Jesus é o Salvador! E disto, tenho certeza!

Este texto bíblico descreve o sacrifício de Cristo, como se o profeta estivesse na cena da cruz: "Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido. Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniquidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados. Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu caminho; mas o Senhor fez cair sobre ele a iniquidade de nós todos." (Isaías 53:4-6). O registro do profeta antecipa as dores do Senhor Jesus.

Glória a Deus! Como faz bem ouvir esta canção:
https://youtu.be/i8J31QGyb1I

Cordialmente;
Bispo Calegari

sábado, 6 de maio de 2017

Minhas reais motivações

A imagem pode conter: texto

Ao orar, pedi a Deus que me dê sabedoria, para discernir minhas reais motivações, ao tomar alguma decisão; pois, aprendi que, decisões erradas sustentadas por motivos certos podem ser tão perigosas e malignas; quanto uma decisão certa, mas baseada em motivos errados. É comum, vermos pessoas se valerem do infortúnio de alguém, de quem não gostam, para propalar aos quatro ventos os seus desvios e fracassos; com a inoportuna alegação de que "a verdade tem que ser dita". Misericórdia, Senhor!

Em oração peço ao Senhor que me ajude a entender que certas verdades, quando divulgadas, podem vir a ser tão perigosas quanto a própria mentira; especialmente, quando submetem a vida de alguém (e consequentemente de sua família) ao opróbrio; muitas vezes, por vingança ou por inveja. Enfim; preciso obter sabedoria para lidar corretamente com minhas motivações (boas ou más) de tal modo, que as mesmas jamais venham a se tornar instrumentos de ódio ou de revide contra quem quer que seja.

Este texto bíblico sempre me inspirou - tanto por sua beleza e leveza, como por sua profundidade e pureza. "Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai. O que também aprendestes, e recebestes, e ouvistes, e vistes em mim, isso fazei; e o Deus de paz será convosco." (Filipenses 4:8-9). Na verdade, a Palavra de Deus me inspira e fortalece.

Recomendo ouvir esta canção, de grande edificação:
https://youtu.be/xK9KlbAoqCk

Cordialmente;
Bispo Calegari

sexta-feira, 5 de maio de 2017

É assim que eu me sinto

A imagem pode conter: texto, natureza e atividades ao ar livre

Esta manhã se iniciou com um canto de júbilo (não saberia dizer porque). Eu bem sei que, motivos para me regozijar eu sempre tenho; mas... Há dias que não é necessário um motivo especial, para nos fazer felizes... E de um modo especial. Hoje de manhã, Isto se deu comigo. Glória a Deus! Então, procurei me encher da Fé que crê contra a razão, da Esperança que vê contra a noção, e do Amor que abraça contra a emoção. É assim que me sinto - em meio às sombras de um vale que parece não ter fim; mas... Cujo fim será o começo de tudo aquilo que Jesus nos prometeu!

Neste exato momento, minha memória se volta para o versículo da Palavra de Deus, que diz: "Regozijai-vos sempre no Senhor; outra vez digo, regozijai-vos." (Filipenses 4:4). Neste texto bíblico o advérbio 'sempre' deve ser entendido e praticado em toda a sua intensidade; pois existem ocasiões, em que somos levados a nos abater em demasia, até ao desânimo. Todavia; no regozijo encontramos antídoto eficaz contra o sofrimento que, as vezes, nos é imposto. Os irmãos da Igreja Primitiva tinham esta noção; daí, o seu regozijo ante dores e aflições sofridas. (Atos 5:41).

Tento imaginar a provação daqueles a quem Paulo escreveu estas palavras: "Portanto, meus amados e mui queridos irmãos, minha alegria e coroa, estai assim firmes no Senhor, amados. Rogo a Evódia, e rogo a Síntique, que sintam o mesmo no Senhor. E peço-te também a ti, meu verdadeiro companheiro, que ajudes essas mulheres que trabalharam comigo no evangelho, e com Clemente, e com os meus outros cooperadores, cujos nomes estão no livro da vida. Regozijai-vos sempre no Senhor; outra vez digo, regozijai-vos." (Filipenses 4:1-4). Jesus é nossa força!

Esta canção ignora o passado e parte em busca do futuro:
https://youtu.be/_tOQmTJflYA

Cordialmente;
Bispo Calegari

quinta-feira, 4 de maio de 2017

Preciso definir com precisão

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto

Existem momentos, em que somos confrontados - sem que ao menos possamos nos esquivar. Em momentos assim, devemos parar e refletir... Pois nosso tempo de existência não tem stop ou marcha-ré. E assim, porque a vida segue seu curso, precisamos orar e buscar a direção de Deus para saber que caminho seguir; prudência para saber lidar com ciladas ao longo do percurso; e sabedoria para, em meio a tantas propostas, fazer sempre a escolha certa. Infelizmente, deparamos com frequência com tristes relatos... De vidas que tinham tudo para terminar bem; mas terminaram mal.

Tenho procurado pensar na importância de se buscar mais a Deus. E, ao dizer isto, não estou pensando apenas nas ação religiosa que me leva às reuniões promovidas pela igreja (seja de culto ou de missão). Penso, sobretudo, na vida devocional que devo cultivar - estando longe dos olhos das pessoas. Então... Preciso definir com precisão, aquilo que deve motivar meu pensamento e minha atividade (religiosa ou secular). Enfim... Preciso saber se as minhas atitudes são movidas por ganância, por vingança, por soberba; e, em caso afirmativo, devo buscar a Deus em oração.

Este texto deve regular nossas orações e atitudes: "Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos pensamentos em Cristo Jesus. Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai." (Filipenses 4.6-8). Amém. Glória a Deus!

Anderson Freire, nesta oração em forma de canção, transpirou renúncia e entrega:
https://youtu.be/Y8QWKwo5Vw8

Cordialmente;
Bispo Calegari

quarta-feira, 3 de maio de 2017

Minhas queixas confinadas

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Durante esta manhã, fui invadido pela certeza de que algumas manifestações de desagrado (ainda que justas) podem ter efeito mais impactante sobre as pessoas, do que as manifestações de alegria, louvor e satisfação. Especialmente, quando tornamos públicos certos sentimentos nossos. E, sem a menor intenção de provocar discussão ou debate, posso testemunhar que procuro manter minhas queixas confinadas dentro de mim mesmo; pois sei que existem ocasiões, em que o silêncio será minha melhor palavra... Especialmente quando minha razão se sente injustiçada.

Na verdade; com o passar do tempo e mediante oração objetiva fui me apercebendo, que preciso me proteger sob o manto da promessa que diz, "que todas as coisas contribuem juntamente para o bem daqueles que amam a Deus, daqueles que são chamados segundo o seu propósito." (Romanos 8:28). E assim, eu me sinto convencido de que esta é a melhor atitude; pois, em certas situações: a oração é ouro, o silêncio é prata e a palavra mata! E assim vivendo; penso poder encontrar sentido e paz, ao fim deste tão misterioso processo chamado de 'existência humana'.

Esta advertência tem me ajudado, vezes sem conta: "Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação, para que dê graça aos que a ouvem. E não entristeçais o Espírito Santo de Deus, no qual estais selados para o dia da redenção. Toda a amargura, e ira, e cólera, e gritaria, e blasfêmia e toda a malícia sejam tiradas dentre vós, Antes sede uns para com os outros benignos, misericordiosos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em Cristo." (Efésios 4:29-32). Obrigado meu Deus, por esta palavra!

Este é um bom momento para ouvir Vitorino Silva:
https://youtu.be/xjINgXNLftI

Cordialmente;
Bispo Calegari

terça-feira, 2 de maio de 2017

Este ainda não aprendeu

A imagem pode conter: texto

Retornando de Portugal, senti um prazer especial e grande paz em meu coração ao reocupar ao meu lugar de oração favorito, na sala de nossa casa, em Petrópolis. Orei de um modo especial, pelo Pastor George Pinheiro (tentando auscultar o grito de sua provação e o sofrer de sua família, diminuída que foi pela trágica partida de um de seus membros). Tenho sentido, que a dor sofrida por aqueles que amamos, nos faz sofrer bem mais que a nossa própria dor. Creio ser por isto que Jesus sofreu tanto; pois sofreu nossas dores e morreu a nossa morte. Grande o amor de Deus por nós!

Na vida, tenho aprendido que a verdadeira renúncia implica em se alegrar ou sofrer pelos outros. Todos nós sabemos, que dores sofridas por alguém não podem ser transferidas para outrem (mas isto não inclui a pessoa de Jesus; pois ele tomou sobre si as nossas dores e pecados, cravando-os na cruz). E assim, mesmo que não possamos ajudar diretamente; a dor do outro sempre nos afligirá, quando formos capazes de amar e de viver vida de renúncia. Quando vejo um crente sentir algum prazer com o sofrimento de alguém que lhe fez mal, logo penso: "Este ainda não aprendeu."

Este texto pode ajudar nosso entendimento: "Porque nenhum de nós vive para si, e nenhum morre para si. Porque, se vivemos, para o Senhor vivemos; se morremos, para o Senhor morremos. De sorte que, ou vivamos ou morramos, somos do Senhor. Porque foi para isto que morreu Cristo, e ressurgiu, e tornou a viver, para ser Senhor, tanto dos mortos, como dos vivos. Mas tu, por que julgas teu irmão? Ou tu, também, por que desprezas teu irmão? Pois todos havemos de comparecer ante o tribunal de Cristo." (Romanos 14:7-10). Precisamos saber, que nosso viver é Cristo!

Esta canção pode ajudar muito, em nosso recolhimento:
https://youtu.be/XEa2jjT9SyQ

Cordialmente;
Bispo Calegari

segunda-feira, 1 de maio de 2017

Lições a serem colhidas

A imagem pode conter: 2 pessoas, texto

Realmente... Não há como reproduzir em palavras os momentos, da comemoração do Jubileu de Ouro da IMW. No entanto, ver o espaço da Jeunesse Arena (cabe 17 mil pessoas) inteiramente lotado não me trouxe tanta alegria, quanto a que senti ao ver o sentimento espiritual reinante entre os que dela participaram. Na verdade, a real natureza da IMW foi sobejamente demonstrada, na simplicidade mesclada com alegria esfuziante, manifesta no culto e estampada no rosto de todos aqueles que tivemos a oportunidade de cumprimentar. Sou grato ao Senhor, por nosso "Ebenézer"!

E agora; enquanto reflito sobre as lições a serem colhidas deste inesquecível evento (pois, o nosso passado não é base confiável para um futuro promissor); salta aos meus olhos, a importância de se cultivar a alegria do Senhor em nossa vida e crença. Precisamos misturar a unção do Espírito com a manifestação de alegria dela resultante; todavia, sem ultrapassar os limites do temor de Deus. Pois, como mosca na comida, que pode torna-la imprópria; uma expressão de alegria fora dos limites do temor de Deus é capaz de nos desviar do rumo e até se tornar ameaça ao nosso porvir.

Este texto bíblico (e outros semelhantes) põe em destaque a alegria do Senhor: "E vós, filhos de Sião, regozijai-vos e alegrai-vos no Senhor vosso Deus, porque ele vos dará em justa medida a chuva temporã; fará descer a chuva no primeiro mês, a temporã e a serôdia. E as eiras se encherão de trigo, e os lagares trasbordarão de mosto e de azeite. E restituir-vos-ei os anos que comeu o gafanhoto, a locusta, e o pulgão e a lagarta, o meu grande exército que enviei contra vós." (Joel 2:23-25). Ele parece indicar que (bem antes) o prazer carnal havia afastado a graça e atraído os insetos devoradores.

Esta canção levou muitos cristãos a saltar de alegria:
https://youtu.be/DqS1-tUSFyA

Cordialmente;
Bispo Calegari