sábado, 29 de abril de 2017

Jubileu de Ouro da IMW

A imagem pode conter: texto

Amanhã, uma expressiva multidão wesleyana comparecerá ao HSBC Arena (atual Jeunesse Arena), para celebrar o Jubileu de Ouro da Igreja Metodista Wesleyana. Lamento a ausência daqueles que protagonizaram o "mini-concílio da ponte", onde foram delineados os planos que embasaram a trajetória desta querida Igreja. Pois é... Os "cinco obreiros prontos a sofrer" não poderão estar; porém... Os seus sucessores lá estarão, vibrando em alto e bom som - a comemorar os feitos, de valor incalculável, desta Igreja que nasceu em 05 de janeiro de 1967.

Alguns dias atrás, em Portugal; Deus me fez saber que, mediante o nosso novo nascimento, já não temos um passado; e sim, um arquivo - de lembranças a serem cultivadas (arquivo vivo);  e de lembranças a serem esquecidas (arquivo morto). Então, vivendo o presente, devemos seguir a "linha de esplendor sem fim" - de olhos postos no futuro - observando os postulados sagrados que nos foram legados por aqueles que nos antecederam nesta obra; para que os nossos sucessores tenham diante si, os marcos indeléveis (pautados em santidade) que lhes devemos.

Este texto parece corroborar o que eu disse: "E ele morreu por todos, para que os que vivem não vivam mais para si, mas para aquele que por eles morreu e ressuscitou. Assim que daqui por diante a ninguém conhecemos segundo a carne, e, ainda que também tenhamos conhecido Cristo segundo a carne, contudo agora já não o conhecemos deste modo. Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo." (2 Coríntios 5:15-17). Na verdade, vivemos o novo de Deus, em um eterno presente. Glória a Deus!

Por favor, ouça esta canção (dois minutinhos) para o teu bem:
https://youtu.be/pzqBAxDybA8

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário