terça-feira, 25 de abril de 2017

Aparente demora de Deus

A imagem pode conter: texto

Percebo muitos cristãos frustrados com o "silêncio" de Deus... Como se Deus não os ouvisse. Agem e lamentam, como se o Senhor não os visse em seu sofrimento. Todavia, Ele sempre vê a necessidade do aflito; e o socorre no tempo oportuno. Isto aconteceu inúmeras vezes, no passado, conforme lemos no registro bíblico; e acontece com frequência em nossos dias. Na verdade, em certas ocasiões, a dor e o mal são tão intensos, que qualquer dia a mais parece representar insuportável demora. Durante a minha vida, por muitas e muitas vezes, já passei por esta experiência.

Posso falar por mim mesmo; ao dizer que, com o passar do tempo, fui aprendendo a não me impacientar com a aparente "demora" de Deus. Pois logo comecei a perceber, que sua resposta vem no tempo certo... E que a dor aparentemente demorada é pedagógica; assim como, o mal que parece não ter fim é "mal que vem pra bem"... Um preventivo de males que seriam bem piores. Portanto, seja sorrindo ou chorando, seguirei a trilha deixada por Jesus; pois sei que Sua presença - mesmo sendo invisível aos olhos - é e será o melhor conforto e segurança com que eu poderei contar.

Reflitamos sobre isto: "Lançando sobre ele toda a vossa ansiedade, porque ele tem cuidado de vós. Sede sóbrios; vigiai; porque o diabo, vosso adversário, anda em derredor, bramando como leão, buscando a quem possa tragar; Ao qual resisti firmes na fé, sabendo que as mesmas aflições se cumprem entre os vossos irmãos no mundo. E o Deus de toda a graça, que em Cristo Jesus nos chamou à sua eterna glória, depois de havemos padecido um pouco, ele mesmo vos aperfeiçoe, confirme, fortifique e estabeleça." (1 Pedro 5:7-10). No Senhor está nosso verdadeiro descanso.

Gosto de ouvir meu filho Ezequiel cantar esta canção do Logos:
https://youtu.be/Vx3nhjx3Jlk

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário