sábado, 11 de março de 2017

Oração do Pai nosso

A imagem pode conter: texto

Precisei orar e chorar diante do Pai; e os motivos... Guardo comigo. Então, fui confortado com a oração do "Pai Nosso". Na verdade, a mais famosa oração de todos os tempos (e tinha que ser bíblica) ao longo da história da Igreja, edificou tantas pessoas, que nem dá pra contar. Músicas foram feitas e livros escritos, no afã de explicar sua essência e profundidade. Eu acredito que esta oração traz em seu conteúdo, os princípios que devem validar e reger nossas orações; haja visto, ter sido ensinada pelo próprio Jesus, em resposta ao clamor de seus discípulos, ávidos por aprender a orar corretamente.

Na oração do Pai nosso, professamos a nossa condição de filhos e nossa disposição de santificar Seu nome. Clamamos por Seu reino e reconhecemos que Sua vontade deve ser feita na terra, como é feita no céu. Declaramos a nossa dependência da provisão de cada dia e pedimos perdão, reconhecendo a necessidade de perdoar os nossos ofensores. Buscamos livramento da tentação e do mal; com o testemunho de que o reino, o poder e a glória só a Ele pertencem. Esta é a razão, pela qual abri minha oração com pranto e devoção. Afinal; como não reconhecer a grandeza e o amor do Deus eterno?!

Respondendo aos discípulos, o Senhor Jesus - antes de de ensinar a oração modelo - deixa esta orientação quanto à postura do crente na oração: "Mas tu, quando orares, entra no teu aposento e, fechando a tua porta, ora a teu Pai que está em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará publicamente. E, orando, não useis de vãs repetições, como os gentios, que pensam que por muito falarem serão ouvidos. Não vos assemelheis, pois, a eles; porque vosso Pai sabe o que vos é necessário, antes de vós lho pedirdes." (Mateus 6:6-8). Estou convencido, de que abençoados seremos se orarmos deste modo.

Letra sagrada, música inspirada e cantora ungida! Glória a Deus!
https://youtu.be/9otUK6dOC4o

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário