quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Ser ninguém ou ser alguém

A imagem pode conter: céu, oceano, nuvem, crepúsculo, atividades ao ar livre, texto, natureza e água

Em minha vida, desde muito cedo, me vi às voltas com a dificuldade de lidar com minha própria natureza. Todavia, na medida em que o tempo foi passando, eu fui fazendo algumas descobertas. E, dentre elas; descobri que a natureza humana é como uma caixinha repleta de mistérios (alguns indesvendáveis); e de recursos, na maioria das vezes, mal utilizados. Hoje posso dizer que foi a partir deste estágio que consegui lidar melhor com a minha razão e com minhas emoções. Entretanto; preciso dizer que aceitar Jesus e ter minha fé firmada nele, fez a diferença entre eu ser ninguém e... Ser alguém.

Hoje, ao olhar meu passado sobre os ombros, eu me dou conta de tudo aquilo que Deus fez por mim em Cristo Jesus. Esta experiência me deu a oportunidade de me olhar no espelho da Palavra e de ver minha real condição nele refletida. Foi quando fiquei sabendo quem de fato eu era (homem natural); e apresentado ao novo homem em que Deus queria me tornar (homem espiritual). Enfim... Posso dizer que não existe a menor chance de uma real transformação, sem a presença de Jesus no coração humano. Jesus muda tudo em nós! Pois somente Ele pode transformar nossa fraqueza em força e nossas trevas em Luz!

Esta é a vida a ser vivida: "Assim que, se alguém está em Cristo, nova criatura é; as coisas velhas já passaram; eis que tudo se fez novo. E tudo isto provém de Deus, que nos reconciliou consigo mesmo por Jesus Cristo, e nos deu o ministério da reconciliação; Isto é, Deus estava em Cristo reconciliando consigo o mundo, não lhes imputando os seus pecados; e pôs em nós a palavra da reconciliação. De sorte que somos embaixadores da parte de Cristo, como se Deus por nós rogasse. Rogamo-vos, pois, da parte de Cristo, que vos reconcilieis com Deus." (2 Coríntios 5:17-20). E esta é a única mensagem a ser pregada.

Esta canção de Vitorino Silva diz tudo, em apenas duas letras: És!
https://youtu.be/kbk0-6Hy43o

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário