quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

Onda de graça e de paz

A imagem pode conter: texto, natureza e atividades ao ar livre

Tenho sentido, que em nossa oração - antes de fazermos menção do objeto de nossa expectativa ou inquietação; devemos adorar e oferecer sacrifício de louvor - ao Deus que nos salva e nos guarda. Nesta manhã mesmo, antes da súplica habitual, me senti extasiado com as maravilhas do Senhor! Embora não seja fácil explicar esta sensação, senti uma onda de graça e paz me invadir; e, em um só momento, eu me senti revigorado e fortalecido, sem saber se ria ou se chorava... Fazendo as duas coisas ao mesmo tempo.

Existe uma canção, tantas vezes por mim cantada, que pode dar ideia daquilo que sinto (seu título é "Leva-me além"). Em momentos assim (sem querer ser pretensioso) fico a pensar... Como as igrejas cristãs seriam diferentes, se os crentes sentissem o que eu sinto enquanto oro. Estou convencido que o modo e o espírito com que se ora, faz enorme diferença entre o que era antes e o que virá depois. É como se o Rio da Vida corresse bem perto, calmo e sereno, trazendo em suas águas a paz que tanto carecemos.

Este salmo sempre influenciou minha vida; "Bem-aventurado o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios, nem se detém no caminho dos pecadores, nem se assenta na roda dos escarnecedores. Antes tem o seu prazer na lei do Senhor, e na sua lei medita de dia e de noite. Pois será como a árvore plantada junto a ribeiros de águas, a qual dá o seu fruto no seu tempo; as suas folhas não cairão, e tudo quanto fizer prosperará." (Salmos 1:1-3). Sempre que medito nele, penso em Davi... Em seus sonhos e canções.

Esta é a canção à qual me referi. Vale a pena ouvir e cantar:
https://youtu.be/UxVc1-mRB6Y

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário