sábado, 4 de fevereiro de 2017

Não devemos retroceder

A imagem pode conter: texto

Se alguém me perguntasse eu não saberia dizer quantas vezes me vi sem forças para prosseguir, em meio às provações que desabaram sobre minha vida e família. Todavia, em ocasiões assim, sempre me senti encorajado pelo Deus eterno - que me deu salvação, missão e ordenanças - como se eu ouvisse uma voz interior a me dizer: "Siga em frente, sem temer ou esmorecer, pois este é o caminho." Sei que muitos crentes se sentem assim... E que uma parte deles desiste de continuar. No entanto, não devemos retroceder - ou mesmo parar - pois fiel é o Deus que nos salvou e nos libertou em Cristo Jesus. Aleluia!

Ao longo de minha vida; sou constantemente tentado a desistir, ou - como se costuma dizer - a entregar os pontos. Entretanto, fui salvo por Jesus para ser um servo de Deus comprometido com a missão de servir. Portanto... Não devo me importar se uns não me valorizam e se outros me detratam; pois o meu chamado para a Vida não veio de homens; nem meu compromisso foi feito baseado em interesses e fatores humanos. Estou convencido, que todos os crentes deviam pensar e agir deste modo; pois... Em situação inversa, sua salvação está em risco, sua família corre perigo e sua vida pode virar um inferno.

Este texto se constitui em um alerta para os crentes: "Não erreis: Deus não se deixa escarnecer; porque tudo o que o homem semear, isso também ceifará. Porque o que semeia na sua carne, da carne ceifará a corrupção; mas o que semeia no Espírito, do Espírito ceifará a vida eterna. E não nos cansemos de fazer bem, porque a seu tempo ceifaremos, se não houvermos desfalecido. Então, enquanto temos tempo, façamos bem a todos, mas principalmente aos domésticos da fé. Vede com que grandes letras vos escrevi por minha mão." (Gálatas 6.7-10). Que bênção! Em nossa vida cristã, Jesus está sempre nos motivando.

Esta canção mexeu muito com minha a vida e a de muita gente:
https://youtu.be/kIgp_PBTl_U

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário