sábado, 21 de janeiro de 2017

Vaso em tuas mãos

A imagem pode conter: texto

Senhor; desde o início de minha jornada cristã, carrego a convicção de ser vaso em tuas mãos. E esta consciência (daquilo que sou em Cristo) me deslumbra e me compromete ao mesmo tempo... Como explicar tal sentimento? Pois, sendo vaso em tuas mãos, ora eu me sinto privilegiado por ter sido separado; ora me sinto comprometido por ter sido preparado - para ser vaso de honra... E também, vaso de uso. Como vaso que sou já estive no campo e no jardim, na sala do banquete e na porta da casa. Fui honrado e ferido muitas vezes, Senhor. Todavia, por Jesus, continuo sendo vaso em tuas mãos.

Meu Deus; mesmo em minha posição de vaso em tuas mãos, não tenho como saber o que o futuro imediato me reserva - se vaso usado ou vaso encostado - todavia... Sei que, estando em tuas mãos, sempre haverá graça e paz no presente; e honra e galardão no futuro, além da imaginação. Portanto... Não devo me inquietar pelo fato de ser dispensado - da função ou da missão - pelo Senhor ou pelos homens. Pois o vaso sempre terá utilidade, seja para serviço ou ornamento; a não ser que, por negligência ou por descuido, se deixe trincar ou contaminar. Ó, meu Deus! Que eu seja sempre vaso em tuas mãos!

Este texto da Palavra de Deus apresenta dois tipos de vaso: "Ora, numa grande casa não somente há vasos de ouro e de prata, mas também de pau e de barro; uns para honra, outros, porém, para desonra. De sorte que, se alguém se purificar destas coisas, será vaso para honra, santificado e idôneo para uso do Senhor, e preparado para toda a boa obra. Foge também das paixões da mocidade; e segue a justiça, a fé, o amor, e a paz com os que, com um coração puro, invocam o Senhor." (2 Timóteo 2.20-22). Em vista disso, entre ser um vaso de honra ou um vaso de desonra; o melhor mesmo é ser vaso de honra.

Como canta o "Logos"... A vida é feita de momentos, maus e bons:
https://youtu.be/GKU_ErxDSoI

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário