terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Oração sem assunto

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto

Hoje, ao me curvar no lugar de oração, me senti diferente; como se eu não tivesse assunto... Todavia, como não ter assunto para orar? Então, em oração, meu espírito começou a louvar e adorar o Deus vivo. Não tenho ideia do tempo gasto com palavras de exaltação ao Senhor (aleluia, glória ao Senhor, bendito seja Deus); o que sei é que, na medida em que eu adorava, os motivos de oração foram se sucedendo... Falei com Deus sobre o tempo passado em Campos, Macaé, Petrópolis, Valadares, Cabo Frio, Rondônia, Minas, S. Paulo, Portugal. Enfim; como se fosse uma retrospectiva! E fui edificado!

Não sei se você já passou por algo assim; quando parece que a nossa oração vai mudando de nível e nossa a glorificação cede lugar à intercessão. Na verdade, precisamos definir a oração como nossa primeira prioridade de cada dia; pois as provações e tentações não dão trégua. Então, como podermos lidar com provações e tentações inesperadas, sem iniciarmos o nosso dia no lugar de oração? Não será a falta de oração a causa, de sucessivos de males que afligem famílias cristãs sinceras? Ao avisar a Pedro que Satã pedira para ciranda-lo; Jesus declarou: "Mas eu orei por ti" (Lucas 22:32).

Pedro era ousado, afoito. E nós, muitas vezes, nos sentimos assim como Pedro: capazes de dar conta dos desafios do dia a dia: "Disse também o Senhor: Simão, Simão, eis que Satanás vos pediu para vos cirandar como trigo; Mas eu roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça; e tu, quando te converteres, confirma teus irmãos. E ele lhe disse: Senhor, estou pronto a ir contigo até à prisão e à morte. Mas ele disse: Digo-te, Pedro, que não cantará hoje o galo antes que três vezes negues que me conheces." (Lucas 22.31-34). Na verdade, erramos muito ao não buscamos força em Deus pela oração.

É tão edificante, este DVD da Fernanda Brum:
https://youtu.be/t9TXobm558I

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário