quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Força do Seu Espírito

A imagem pode conter: natureza e atividades ao ar livre

Procuro levantar mais cedo, sempre que tenho uma viagem a fazer... E algumas obrigações a cumprir. Então, preciso conjugar meu tempo de oração com as obrigações. Louvo a Deus, pela boa disposição que me tem dado. Sei que não sou "super-homem" nem "homem de ferro"; portanto, o vigor que me mantém ativo vem da graça de Deus e da força do Seu Espírito. Enquanto penso em um detalhe e outro; intercalo minhas lembranças com minhas preocupações, com aquilo que estão fazendo com o meu país. E me pergunto: Por que os governantes e legisladores da nação devem ser pagos; se não cumprem as obrigações definidas na constituição? Governantes fingem governar (a não ser os seus interesses) e legisladores fingem legislar (a não ser em causa própria); enquanto a anarquia toma conta da nação.

Na Bíblia, vemos que o salmista Davi encontrou e definiu a fonte do seu socorro: "O meu socorro vem do Senhor, que fez o céu e a terra" (Salmo 121.2). E não é pra menos! Pois, ao longo da história humana, vemos homens sendo explorados por maus governantes; os quais se utilizam dos mais diversos meios, para enfraquecer os pobres e engrandecer os ímpios - se aliando com a impiedade - enquanto lançam suas cortinas de fumaça, por meio de planos nunca concluídos e promessas raramente cumpridas, para se perpetuarem no poder. E assim agindo, abandonam o seu povo à sua própria sorte (ou azar, por te-los como governantes). Enfim... No Brasil, assistimos o colapso das instituições, tudo em mau estado - de hospitais a presídios - inclusive a educação e a segurança de seu povo, que é cada dia mais afligido. 

Vivemos dias de males e angústia em toda a terra, com sofrimento atroz em vários países; no entanto, quando estes males estão próximos de nós, o sofrimento parece ser apenas nosso: "Quando os justos se engrandecem, o povo se alegra, mas quando o ímpio domina, o povo geme. O homem   que ama a sabedoria alegra a seu pai, mas o companheiro de prostitutas desperdiça os bens. O rei com juízo sustém a terra, mas o amigo de peitas a transtorna.O homem que lisonjeia o seu próximo arma uma rede aos seus passos.Na transgressão do homem mau há laço, mas o justo jubila e se alegra. O justo se informa da causa dos pobres, mas o ímpio nem sequer toma conhecimento." (Provérbios 29:1-7). Ainda bem que, pela graça do Senhor, temos as promessas de Deus a nosso favor; e isto nos valerá, hoje e sempre!

Canção Maravilhosa esta! Eu a cantei, inúmeras vezes:
https://youtu.be/GsU_U0UDOGc

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário