terça-feira, 20 de dezembro de 2016

Vaso em suas mãos

A imagem pode conter: uma ou mais pessoas e texto

Ontem, enquanto eu me estendia aos pés do Senhor; tentava processar em meu espírito o rasgo de revelação e o banho de unção que recebi, enquanto pregava no sábado, no templo da IMW de União da Vitória; no domingo pela manhã, no templo da IMW Central de Porto Velho; e domingo à noite, no templo da IMW do Areal. Nessas horas, louvo a Deus por ser vaso em suas mãos. Pensei no carinho dos SD (Pr Arilson, Pr. Miguel, Pr. Ricardo, Pr Waldemar e Pr Wanderley) para comigo. Na verdade, foram bons amigos granjeados no passado - como pão lançado às águas - que me honram no presente.

Logo após orar, fiquei a pensar... Como entender o mistério que envolve o Deus eterno? Como explicar o inexplicável; se nem entender eu consigo? Deus foi e será sempre Deus - o Deus de todos nós (até daqueles que insistem em recusa-lo, ou mesmo nega-lo). Hoje fui levado a uma intercessão mais demorada (isto acontece, quando os nomes vão se sucedendo na lembrança).  Como deixar orar... Se a oração é como sangue que percorre vasos e capilares, levando vida ao corpo? Dentro de algumas horas, começaria nossa viagem de volta ao lar. São dois prazeres: sair para a obra; e voltar para casa!

Este testemunho do apóstolo Paulo sempre me desafiou: "Porque, se anuncio o evangelho, não tenho de que me gloriar, pois me é imposta essa obrigação; e ai de mim, se não anunciar o evangelho! E por isso, se o faço de boa mente, terei prêmio; mas, se de má vontade, apenas uma dispensação me é confiada. Logo, que prêmio tenho? Que, evangelizando, proponha de graça o evangelho de Cristo para não abusar do meu poder no evangelho. Porque, sendo livre para com todos, fiz-me servo de todos para ganhar ainda mais." (1 Coríntios 9:16-19). E eu, inda que apenas humilde servo, procuro ser um imitador seu.

Esta canção do Logos é um irresistível chamado à reflexão:
https://youtu.be/PFe1FBfAhS4

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário