quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Rotina, rotina, mais rotina


Enquanto tento alinhavar alguns deveres; penso na tendência que todos temos, de nos cansarmos com as situações rotineiras desta vida (rotina, rotina... Mais rotina). Na verdade, inúmeras rotinas são deveras incômodas e cansativas. No entanto, algumas delas são a razão de termos o que temos e de sermos quem somos. A questão é que, em nossa canseira e enfado, deixamos de ver os benefícios que certas situações rotineiras agregam à nossa vida. Então, sem avaliar devidamente o risco de certas perdas; vamos nos afastando de ocupações e de pessoas, mergulhando em perigoso isolamento. Na verdade, este tipo de situação é mais comum do que pensamos.

Percebo pessoas se afastando dos amigos, ao se sentirem traídas, enganadas. Algumas chegam a se afastar até dos cônjuges e dos filhos, ao perderem a capacidade de lidar com conflitos do dia a dia da família. Entretanto, eu afirmo que existe um mal bem pior do que atritos resultantes de relacionamentos muito próximos; e este mal se chama: Solidão! Em Gênesis 2.18, vemos Deus preocupado com a solidão humana, ao prover companhia para o solitário Adão. O salmo 133 enaltece a união entre os irmãos. Em Lucas 10.33-34, Jesus destaca o benefício da proximidade - para quem socorre e para quem é socorrido. Enfim... Mais comunhão, menos depressão.

Medite: "Mas um samaritano, que ia de viagem, chegou ao pé dele e, vendo-o, moveu-se de íntima compaixão; E, aproximando-se, atou-lhe as feridas, deitando-lhes azeite e vinho; e, pondo-o sobre o seu animal, levou-o para uma estalagem, e cuidou dele; E, partindo no outro dia, tirou dois dinheiros, e deu-os ao hospedeiro, e disse-lhe: Cuida dele; e tudo o que de mais gastares eu to pagarei quando voltar. Qual, pois, destes três te parece que foi o próximo daquele que caiu nas mãos dos salteadores? E ele disse: O que usou de misericórdia para com ele. Disse, pois, Jesus: Vai, e faze da mesma maneira." (Lucas 10:33-37). Assim devemos viver!

Dentre as minhas canções prediletas, esta foi sempre especial:
https://youtu.be/cPaVyeG7G48

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário