sábado, 17 de dezembro de 2016

Nossa querida nação

A imagem pode conter: 1 pessoa, texto

Estou convencido, que este é o pior momento já vivido por nossa querida nação - sempre deitada em berço esplendido - tão corada de vergonha... Ultrajada por seus próprios mandatários; que são regiamente pagos para honra-la e zelar por sua segurança. Como eu lamento aquilo que estão fazendo com nosso Brasil e seu povo tão ingênuo... Povo tão roubado e maltratado por aqueles que são, por ele, elevados aos postos mais altos desta indefesa nação. Será este o seu futuro? Será este o seu fim? Como não pensar em algo ainda pior?

Nossa nação tem sido vitimada por terrível rede de corrupção que a expõe à vergonha e ao vitupério. Sua casa de leis, sob o manto da desfaçatez e da desonra, se transformou em covil de salteadores; e agora, corre contra o tempo, tentando forjar leis de ocasião que os protejam dos braços da justiça, acionados pelo que ainda resta do império da lei e da ordem que tentam a todo custo corromper. Ainda que sem base para imaginar o fim desta triste história; não há como não pensar no pior. Como escapar a isto? Até quando, Senhor? 

Meu Deus! "Ai daquele que, para a sua casa, ajunta cobiçosamente bens mal adquiridos, para pôr o seu ninho no alto, a fim de se livrar do poder do mal! Vergonha maquinaste para a tua casa; destruindo tu a muitos povos, pecaste contra a tua alma." (Habacuque 2.9-10). "Ai dos que decretam leis injustas, e dos escrivães que prescrevem opressão. Para desviarem os pobres do seu direito, e para arrebatarem o direito dos aflitos do meu povo; para despojarem as viúvas e roubarem os órfãos!" (Isaías 10:1-2). Venha o teu reino, Senhor! 

Nesta manhã, sou confortado por esta canção maravilhosa:
https://youtu.be/3y8Qg1qGTO8

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário