quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

Em meio à bruma do tempo

A imagem pode conter: texto

Estamos em avançada contagem regressiva para o fim de um ano que teria tudo para dar certo; mas que, por conta da insensatez e ganância dos homens (com a cumplicidade de importantes setores públicos, privados e partidos políticos desta nação), acabou se tornando um ano bem ruim... Enfim, dando quase tudo errado! Ainda bem que, os que têm fé em Jesus e promessas de Deus sobre suas vidas, compensam suas perdas com os recursos da graça que jamais nos falta. Todavia, um grande número de brasileiros (aqueles que são deveras dependentes do poder público), perde até o que não tem.

Quanto a mim; procurei fazer uma retrospectiva (olhando por cima dos ombros) tentando ver, em meio à bruma do tempo, os atos e os fatos que marcaram minha vida durante os anos que já vivi. Então percebi que o divisor de águas (em minha longa/curta existência); foi o dia 26 de outubro de 1964, ano em que me converti. E não estou a me referir à uma mera experiência religiosa (se assim fosse, todos os que professam uma religião, teriam uma vida mudada para melhor); pois foi graças ao meu encontro com Jesus, minha vida mudou pra melhor e o mundo perdeu um homem ruim! Aleluia!

Deus nos perdoou e nos salvou em Cristo Jesus, "E nos ressuscitou juntamente com ele e nos fez assentar nos lugares celestiais, em Cristo Jesus; Para mostrar nos séculos vindouros as abundantes riquezas da sua graça pela sua benignidade para conosco em Cristo Jesus.Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus. Não vem das obras, para que ninguém se glorie; Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas." (Efésios 2:5-10). Salvação imerecida... Todavia, por graça, oferecida a todos.

Sempre senti unção, ao ouvir esta canção com Elon Cavalcante:
https://youtu.be/KFCIiwns1g8

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário