domingo, 20 de novembro de 2016

Vou orar primeiro


Hoje, meu coração se voltou a orar e buscar de Deus estes valores: que a minha mente não busque as opiniões e respostas humanas; e sim, as revelações e respostas divinas. Que a minha emoção não se deixe enganar com os dons e talentos daqueles que me cercam; mas, que procure valorizar suas qualidades morais e espirituais. E que os meus olhos não se fixem nas coisas terrenas; mas sim, nas que perduram eternamente. Na verdade, preciso ter bom senso em todas as minhas orações e escolhas, priorizando viver segundo o propósito de Deus.

Também fiz oração por minha querida esposa, filhos, noras, genro e netos (que eu chamo carinhosamente de 'minha pequena casa'); pois, descobri em tempo hábil, que a família é um bem que precisa ser muito bem cuidado. Mas, como cuidar bem da família, sem que a oração esteja presente, santificando os atos e tratamentos dados aos nossos queridos? Na verdade, a oração - além de nos guardar de fazer o mal - também nos capacita a fazer o bem. Portanto, ao invés de me precipitar, com palavras e atitudes impróprias; vou orar primeiro.

A oração é essencial, e precisa estar no começo, meio e fim de tudo aquilo que fazemos: "Graça a vós, e paz da parte de Deus nosso Pai e da do Senhor Jesus Cristo. Dou graças ao meu Deus todas as vezes que me lembro de vós, Fazendo sempre com alegria oração por vós em todas as minhas súplicas, Pela vossa cooperação no evangelho desde o primeiro dia até agora. Tendo por certo isto mesmo, que aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até ao dia de Jesus Cristo;" (Filipenses 1:2-6). Enfim... A oração precisa permear todas as coisas.

Esta é uma canção agradável de se ouvir, com Zilanda Valentim:
https://youtu.be/vAN8Z1qQkAE

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário