terça-feira, 29 de novembro de 2016

Sou eternamente grato a ti


Ao me prostrar perante o Deus eterno; o meu espírito se sentiu tão pequeno, ante a grandeza e majestade do Senhor. Glória a Deus! E de tal modo este sentimento me invadiu, que me senti vazio de palavras e cheio de lágrimas. Afinal; de que me servem as palavras, se Ele conhece o meu pensar? E como não chorar... Estando imerso em seu amor, tão profundo e sublime - amor imerecido - que se manifestou em carne, ao assumir a forma humana, para fazer de mim o homem que hoje sou; e me preparar para o homem que ainda serei? Então, a paz que se seguiu a este sentimento, me encheu de segurança.

Obrigado, meu Senhor! Sou eternamente grato a ti! Afinal... Como não ser grato? Se tudo que sou e tudo que tenho vem da tua mão, movida por teu grande amor para comigo? Sinto grande vontade de cantar. Todavia, os cânticos se misturam em minha memória - o que torna difícil optar entre eles; pois todos são lindos e coerentes, com aquilo que sinto e que desejo expressar em forma de canção. Sou feliz... E isto diz tudo! Sou feliz com o que tenho e com o que não tenho; feliz com a alegria e a tristeza; feliz com a dor e o alívio; pois, segundo tua Palavra, tudo coopera para o meu bem. Glória ao Deus eterno!

Este texto me edifica muito: "Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo; Pelo qual também temos entrada pela fé a esta graça, na qual estamos firmes, e nos gloriamos na esperança da glória de Deus. E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz a paciência, E a paciência a experiência, e a experiência a esperança. E a esperança não traz confusão, porquanto o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado." (Romanos 5:1-5). Como sou confortado por ele!

Esta canção expressa muito bem o que sinto:
https://youtu.be/iDZx7TzFZNE

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário