terça-feira, 15 de novembro de 2016

Momentos, bons e maus


Deus nos deu o privilégio de estarmos presentes no 1º Congresso Geral de Mulheres da IMW. Foi apoteótico! E na manhã de domingo, enquanto eu me preparava para a reunião do Colégio Episcopal fiquei a pensar nas boas coisas que Deus nos proporciona... São tantas, que nem dá para enumerar! Contudo, não consigo deixar de também pensar nos que vivem uma vida condicionada por lembranças ruins; sem se darem conta de que a vida sempre intercalará momentos bons e maus; e que ambos contribuem para o bem dos que amam a Deus (Rom 8.28). Como seria bom, se todos pensassem assim. 

Todos nós precisamos entender, que os maus momentos são para o nosso aprendizado e amadurecimento. E os bons momentos, eles são para o nosso refrigério e devem ser guardados em nosso relicário de boas lembranças que, além de manter vivo o nosso sentimento de alegria em Cristo; também contribuem para aprimorar nosso sentimento de gratidão. Claro que momentos maus também devem ser lembrados; todavia, como instrumentos de ensino, a sermos prudentes, cautelosos, tanto em nossas ações, como em nossas reações. Já os momentos bons... Ele podem ser importante fonte de inspiração para a esperança.

Que testemunho glorioso este, do apóstolo Paulo: "Ora, muito me regozijei no Senhor por finalmente reviver a vossa lembrança de mim; pois já vos tínheis lembrado, mas não tínheis tido oportunidade. Não digo isto como por necessidade, porque já aprendi a contentar-me com o que tenho. Sei estar abatido, e sei também ter abundância; em toda a maneira, e em todas as coisas estou instruído, tanto a ter fartura, como a ter fome; tanto a ter abundância, como a padecer necessidade. Posso todas as coisas em Cristo que me fortalece." (Filipenses 4:10-13). E todos precisamos aprender a praticá-lo em nosso viver diário.

Esta canção me ajudou tantas vezes... Louvo a Deus por ela!
https://youtu.be/pHP4zyR-WtY

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário