domingo, 13 de novembro de 2016

Justa retribuição de Deus


Dias atrás, o mundo se surpreendeu com a elevação de Donald Trump à presidência dos Estados Unidos; fato que dividiu o país em dois grupos distintos, antagônicos: Os que o amam e o elegeram, para guiar esta grande nação; e os que o odeiam - estes, perplexos com o que parecia ser improvável, quase impossível. No entanto, se existe razão para a perplexidade; ela tem muito mais a ver com as causas que levaram Trump ao poder, do que com ele mesmo. E se, por um lado, o meu entendimento quanto a este tempo, não me faz feliz; por outro lado, sinto grande alívio por saber que nada mudou no quadro profético; antes, contribuiu para que o fim seja conforme previsto. Aleluia!

Estou convencido que a humanidade continuará errando em suas escolhas (daí a confusão e miséria em que este mundo vive); pois sempre erra no fundamento. Senão, vejamos: Ela errou no Éden, através da escolha de Eva, ao optar pelo fruto proibido; e também errou em Babel, ao tentar chegar ao céu por seus próprios meios, como a torre de Babel; e cometeu o maior de todos os seus erros, ao recusar o Filho de Deus (Jesus), optando pelo filho do diabo (Judas). Se observarmos bem veremos que, para cada um destes eventos, Deus deu resposta apropriada. E no fim, a injustiça e a impiedade que oprime e esmaga milhões de vidas em todo o planeta, irá receber a justa retribuição de Deus.

Este texto bíblico se soma a outros, de natureza escatológica, que apontam para os doas sombrios, no fim dos tempos: "Portanto, convém-nos atentar com mais diligência para as coisas que já temos ouvido, para que em tempo algum nos desviemos delas. Porque, se a palavra falada pelos anjos permaneceu firme, e toda a transgressão e desobediência recebeu a justa retribuição, Como escaparemos nós, se não atentarmos para uma tão grande salvação, a qual, começando a ser anunciada pelo Senhor, foi-nos depois confirmada pelos que a ouviram" (Hebreus 2:1-3). Portanto, cabe a nós cristãos o dever da perseverança, mesmo enfrentando lutas, sempre firmados nas promessas do Senhor Jesus.

Desde crente novo, tenho me edificado e fortificado com este hino:
https://youtu.be/BbfXU79WJ00

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário