segunda-feira, 21 de novembro de 2016

Fatores que fazem diferença


Neste domingo, Maria Célia & eu fomos pregar na IMW de Mato Alto. No sábado a tarde, o Pastor Calegari e eu fomos deixar Miriam Marques e Maria João no aeroporto, para seu embarque de volta a Portugal. Foram agradáveis os dias que estiveram em nossa casas, marcados por lembranças (como poderíamos esquecer os anos em Portugal?)... Ainda me lembro, em meus primeiros meses em terra lusa, de uma carta que enviei ao meu saudoso sogro; na qual eu dizia que os corações pareciam ser de granito; mas, que as minhas lágrimas derramadas pelas madrugadas iriam torna-los solos férteis e preparados, para a boa semente que eu levava comigo.

Na medida que os anos foram passando, fui sendo convencido, que dois fatores fazem a diferença entre um mensageiro de Deus e um mero pregador cristão; que são: A grandeza do chamado recebido para o ministério e o nível de unção gerada por uma vida submissa à vontade de Deus. Por experiência própria, posso dizer que estes dois fatores nos dão segurança e paz ante as ameaças e agressões (passei por este processo) e nos livram de maus e medíocres resultados. Qualquer outro fator, destoante destes dois, será insuficiente para garantir a aprovação divina e o bom êxito de uma missão; ainda que seu agente faça trovejar, chover ou cair fogo. Assim creio!

Este texto - ainda que de aplicação mais ampla - tem relação direta com o chamado: "Que diremos, pois, a estas coisas? Se Deus é por nós, quem será contra nós? Aquele que nem mesmo a seu próprio Filho poupou, antes o entregou por todos nós, como nos não dará também com ele todas as coisas? Quem intentará acusação contra os escolhidos de Deus? É Deus quem os justifica. Quem é que condena? Pois é Cristo quem morreu, ou antes quem ressuscitou dentre os mortos, o qual está à direita de Deus, e também intercede por nós." (Romanos 8:31-34). Os crentes que se sentem chamados para o ministério, têm o dever de pensar e agir em linha com ele!

Esta canção foi cantada quando, eleito bispo, fui para Portugal:
https://youtu.be/kAZwxqmOJW0

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário