sábado, 26 de novembro de 2016

Como duas ondas terríveis


Nesta manhã - aqui do terraço do apartamento dos irmãos, Rodrigo e Corina - aproveitei o fato de ainda haver uma hora, antes que o dia amanheça, para admirar a bela cidade de Uberlândia, estendida pelo vale sobre o qual foi sendo construída. Enquanto contemplo as luzes desta próspera e bela cidade do Triângulo Mineiro se confundindo com o brilho das estrelas; penso nos sinais que se sucedem... E que anunciam a proximidade da vinda de Jesus. Na verdade, são tantos sinais, que levaríamos muito tempo discorrendo sobre cada um eles.

O meu coração sente paz ao pensar em tudo que vem acontecendo na terra; pois nada vejo que não tenha sido previamente anunciado pela eterna Palavra do Pai. E, dentre os sinais que se manifestam; destaco o engano e o desamor. Misericórdia! Estes sinais são como duas ondas terríveis, que arrastam tudo que encontram pela frente. Creio na veracidade da Bíblia; quando nos adverte que "se aqueles dias não fossem abreviados, nenhuma carne se salvaria; mas por causa dos escolhidos serão abreviados aqueles dias." (Mateus 24:22).

Este é um dos textos, que nos exortam a aguardar com paciência o dia do Senhor: "Sede pois, irmãos, pacientes até à vinda do Senhor. Eis que o lavrador espera o precioso fruto da terra, aguardando-o com paciência, até que receba a chuva temporã e serôdia. Sede vós também pacientes, fortalecei os vossos corações; porque já a vinda do Senhor está próxima. Irmãos, não vos queixeis uns contra os outros, para que não sejais condenados. Eis que o juiz está à porta." (Tiago 5:7-9).Nele aprendemos, que devemos ser pacientes, perseverantes.

Canção antiga, que alerta sobre os sinais da vinda de Jesus:
https://youtu.be/hMghz7W_Zjo

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário