domingo, 16 de outubro de 2016

Um dos filhos de Abraão


Ontem preguei e oficiei a cerimônia de bodas de prata do Pastor Jair e Elseana, aqui em Alagoa. Mais tarde, viajaremos para S. Lourenço, onde estaremos pregando logo mais a noite. Enquanto penso... Reflito sobre a figura singular de Zaqueu, coletor de impostos citado no Novo Testamento. Se ele vivesse em nossos dias e em nosso país; talvez fosse um dos envolvidos nos escândalos investigados pela lava-jato. No entanto, segundo palavras do próprio Jesus, este servidor público morador de Jericó era um dos filhos de Abraão. Na verdade, o pai Abraão tem muitos filhos; ainda que a grande maioria deles nem saiba disso. A vida e história de Zaqueu  mudou, quando ele decidiu ter uma visão de Jesus (seu modo foi inusitado; porém válido). E isto foi suficiente para salvar e mudar sua vida e família.

Vivemos um tempo, em que os valores da fé cristã são negados ou desprezados. Tenho ouvido cientistas e figuras de renome, declararem com ar de soberba (um dia vão lamentar esta loucura) que não acreditam em Deus. Mas o que eles não sabem é que, em sua insignificância, jamais conseguirão ver Deus por inteiro (ainda que sua sombra seja projetada no universo); posto que, a existência do Deus eterno não depende do seu modo retrógrado de pensar ou de acreditar. Tais declarações soam estranhas... Como se uma minúscula formiga (se tivesse o dom da fala) declarasse não acreditar na existência do ser humano, pelo simples fato de, devido a sua insignificância, jamais te-lo visto; ainda que ela seja, inúmeras vezes, coberta por sua sombra. Realmente... A nossa fé no Deus eterno deve ser preservada.

Enquanto o ser humano, criado à imagem e semelhança de Deus, tentar entender e crer em Deus segundo a sua própria razão; será frustrado em suas tentativas. A Bíblia declara que "a fé é o firme fundamento das coisas que se esperam, e a prova das coisas que se não vêem. Porque por ela os antigos alcançaram testemunho. Pela fé entendemos que os mundos pela palavra de Deus foram criados; de maneira que aquilo que se vê não foi feito do que é aparente. Pela fé Abel ofereceu a Deus maior sacrifício do que Caim, pelo qual alcançou testemunho de que era justo, dando Deus testemunho dos seus dons, e por ela, depois de morto, ainda fala." (Hebreus 11:1-4). Portanto, todo aquele que deseja conhecer a Deus, deve tomar como sua base as Escrituras sagradas; e não as opiniões e conceitos humanos.

Vamos ouvir mais uma vez, esta tão bela e verdadeira canção:
https://youtu.be/JPqitveFAGo

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário