quinta-feira, 27 de outubro de 2016

Essência do nosso chamado


Ao orar... pude sentir o quanto as nossas orações precisam ser revestidas de qualidade e objetividade, para serem aceitas aos olhos do Pai. Sim! E as nossas orações precisam ser também despidas de pedidos mal formulados e intenções mal concebidas; para que soem agradáveis aos ouvidos do Senhor. Então, investido de tal sentimento, agradeci a Deus pelo dom de Jesus Cristo; que, por amar o ser humano, não traiu a quem o enganou; não tramou contra quem o perseguiu; nem agrediu a quem o açoitou. Este é Jesus, nosso Salvador e nosso exemplo maior!

Então... Precisamos manter na lembrança, os valores herdados de quem deu sua vida por nós; morrendo a nossa morte para vivermos sua vida. Nos espelhamos em Jesus, quando beijamos quem nos trai e amamos quem nos magoa; E agindo assim; ao invés de semear contenda e engano; frutificamos em toda boa obra. Devemos semear as boas sementes que ele nos confiou, cuidando das belas flores que aparecerão; sem descuidar dos frutos, que delas iremos colher. Pois esta é a essência do chamado que nós recebemos e da missão a ser por nós cumprida.

Eis aqui o nosso modelo:

"Porque, que glória será essa, se, pecando, sois esbofeteados e sofreis? Mas se, fazendo o bem, sois afligidos e o sofreis, isso é agradável a Deus. Porque para isto sois chamados; pois também Cristo padeceu por nós, deixando-nos o exemplo, para que sigais as suas pisadas. O qual não cometeu pecado, nem na sua boca se achou engano. O qual, quando o injuriavam, não injuriava, e quando padecia não ameaçava, mas entregava-se àquele que julga justamente; Levando ele mesmo em seu corpo os nossos pecados sobre o madeiro, para que, mortos para os pecados, pudéssemos viver para a justiça; e pelas suas feridas fostes sarados."
(1 Pedro 2:20-24)

Bendito modelo nosso!

Esta é uma canção excelente para este abençoado instante:
https://youtu.be/E-VHPmL4ee4

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário