sábado, 15 de outubro de 2016

Devemos respeitar o lar


Hoje, depois de um sono reparador na casa do Pastor Gilberto aqui em Itamonte, improvisei meu lugar de oração em sua área de serviço. Ontem, pregamos em um culto marcado por grande unção do Espírito Santo; e daqui a pouco, estaremos seguindo viagem para Alagoa - pequena e agradável cidade do sul de Minas - onde participaremos das bodas de prata do Pastor Jair. Louvo a Deus por este casal! Já busquei em Deus, uma palavra para esta data. Na verdade, a vida de todos nós é marcada por datas especiais - sempre lembradas e muitas vezes comemoradas - sendo as bodas de prata uma das mais celebradas. Em dias assim, fico a pensar no valor da família.

Orei convencido de que o nosso mundo seria melhor, se as pessoas honrassem e valorizassem mais o seu núcleo familiar, dedicando a ele não só um jogo de frases bonitas que emocionam; mas, sobretudo o amor, cortesia e respeito  que uma família merece; especialmente, quando praticadas por seus integrantes. É tão comum, vermos famílias vitimadas por agressões verbais (e até físicas) infligidas por membros da própria casa. E algo ainda pior que isto; é quando há traição na vida conjugal, impondo angústia e sofrimento ao cônjuge enganado; e maculando a amizade e a confiança antes existente na vida do casal. Devemos respeitar o lar, antes que seja tarde.

Este texto bíblico sempre chamou minha atenção; todavia, demorei a entender plenamente toda a sua dimensão e aplicação na vida prática. "Ora, a que é verdadeiramente viúva e desamparada espera em Deus, e persevera de noite e de dia em rogos e orações; Mas a que vive em deleites, vivendo está morta. Manda, pois, estas coisas, para que elas sejam irrepreensíveis. Mas, se alguém não tem cuidado dos seus, e principalmente dos da sua família, negou a fé, e é pior do que o infiel." (1 Timóteo 5:5-8). Na verdade, a tarefa de promover o sustento, o bom nome e a paz da família é bem mais importante que qualquer outra missão a ser cumprida aqui neste mundo.

Este é um dos mais belos hinos sobre família que eu conheço:
https://youtu.be/FoFbr6wYSrM

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário