quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Ainda sobre as eleições


Ainda sobre as eleições (até porque, em diversos municípios, a disputa continua acirrada); preciso tornar pública a visão que tenho... Pois, na grande maioria dos casos, não se trata de disputa pelo dever de servir; e sim, pelo poder de mando. E isto já se tem comprovado, ao longo da história humana. Portanto, na minha ótica, não se trata de direita ou esquerda, extrema direita ou extrema esquerda, liberais ou conservadores; Pois, praticamente sem exceção, todas estas ideologias vem apresentando erros grosseiros e cruéis desvios de finalidade em seu modo de governar - em flagrante dissonância entre a prédica e a prática - valorizando a ambição e vaidade humana; fatos estes, que têm causado grande sofrimento aos povos.

A própria democracia, tão alardeada nos discursos entre as diversas ideologias, tem o seu conceito interpretado e aplicado segundo a conveniência de cada parte; para servir a propósitos inconfessáveis. E assim, conceitos de democracia no Reino Unido, na República Democrática da Coreia do Norte e no Regime Bolivariano da Venezuela, deferem bastante; pois o que determina o uso e abuso deste conceito é o caráter e a motivação do governo dominante. Então, mesmo considerando que alguns governantes sejam superficiais e ingênuos; isto não os torna inocentes nos males causados. Enfim... Deixo aqui minha opinião: Pesado na balança da justiça divina, o governo humano está com seus dias contados e bem perto do fim.

A justiça de Deus não falha: "E por avareza farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita. Porque, se Deus não perdoou aos anjos que pecaram, mas, havendo-os lançado no inferno, os entregou às cadeias da escuridão, ficando reservados para o juízo; E não perdoou ao mundo antigo, mas guardou a Noé, a oitava pessoa, o pregoeiro da justiça, ao trazer o dilúvio sobre o mundo dos ímpios; E condenou à destruição as cidades de Sodoma e Gomorra, reduzindo-as a cinza, e pondo-as para exemplo aos que vivessem impiamente; E livrou o justo Ló, enfadado da vida dissoluta dos homens abomináveis" (2 Pedro 2:3-7). E ela está prestes a vir.

Esta canção resume o relato bíblico do juízo ao qual me refiro:
https://youtu.be/7ggmanARnI8

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário