sábado, 3 de setembro de 2016

Oração implica em esforço


Hoje de manhã, precisei fazer um grande esforço para me dirigir ao lugar de oração (na verdade, toda iniciativa de buscar a Deus em oração implica em esforço; e perseverar em oração, mais esforço ainda). Tenho experimentado que, em determinados dias, o lugar de oração se transforma em um grande campo de batalha; no qual os nossos sentidos e sentimentos são submetidos a uma enorme pressão. Algumas vezes, nos sentimos sós; então a palavra mais adequada para explicar a intensidade da luta é: Fragilidade.

Enquanto em oração, precisamos manter algumas defesas bem providas e preparadas; pois o adversário contra o qual lutamos, tem  astúcia e armamento suficiente para causar estrago; haja visto, o crescente número de líderes cristãos vitimados por seus ardis (uns, açodados por espírito de ganância; outros, presos na armadilha do sexo). Devemos ter a convicção, que os olhos de Deus estão sobre nós e os Seus anjos ao nosso redor. Enfim, mesmo nos sentindo solitários e indefesos; devemos permanecer em oração!

Neste texto, Jesus expõe sua aparente solidão: "Agora conhecemos que sabes tudo, e não precisas de que alguém te interrogue. Por isso cremos que saíste de Deus. Respondeu-lhes Jesus: Credes agora? Eis que chega a hora, e já se aproxima, em que vós sereis dispersos cada um para sua parte, e me deixareis só; mas não estou só, porque o Pai está comigo. Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo." (João 16:30-33). Mas, o Pai o assistia.

Boas canções também ajudam a superar momentos difíceis:
https://youtu.be/WoYoT1fR8qo

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário