segunda-feira, 1 de agosto de 2016

Salmos são como pérolas


Ao despertar para este novo dia; o meu espírito refletiu sobre o amor de Deus, que nos proporciona um dia após o outro... E assim a vida segue o seu curso. Que amor é este - tão detalhista e grandioso? É o amor de Deus, em toda a sua dimensão e nobreza. Glória a Deus! Então, achei por bem adorar ao Deus eterno; pois, sendo Ele Senhor do céu e da terra; nos concede a graça e favor para viver um novo dia cheio de beleza e oportunidades. É bem verdade que, em cada novo dia, intercalamos momentos esfuziantes e angustiantes; pois a vida é um aprendizado constante, que exige o intercalar de alegrias e tristezas; para as quais, sempre há de existir um divino propósito.

Em meio ao burburinho da terra; procurei me concentrar no som do céu. Então, senti crescer dentro de mim o sentimento de adoração. Que maravilha! Que Deus é como o nosso Deus; único em poder, forma e essência? Como não adorar ao Rei do universo, perante o qual a natureza se curva, os seres angelicais se rendem e os seres humanos se penitenciam? Louvo a Deus, pois os anos que já vivi não diminuíram a intensidade do meu louvor e contrição ante a Sua face. Cada manhã de um novo dia é, em meu espírito, como uma espécie de porta aberta na linha do tempo e uma janela aberta em direção ao céu; que me permite refletir sobre a fragilidade da vida e a grandeza de Deus.

Os salmos são como pérolas em ostras:

"Os céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos. Um dia faz declaração a outro dia, e uma noite mostra sabedoria a outra noite. Não há linguagem nem fala onde não se ouça a sua voz. A sua linha se estende por toda a terra, e as suas palavras até ao fim do mundo. Neles pôs uma tenda para o sol, O qual é como um noivo que sai do seu tálamo, e se alegra como um herói, a correr o seu caminho. A sua saída é desde uma extremidade dos céus, e o seu curso até à outra extremidade, e nada se esconde ao seu calor. A lei do Senhor é perfeita, e refrigera a alma; o testemunho do Senhor é fiel, e dá sabedoria aos símplices. Os preceitos do Senhor são retos e alegram o coração; o mandamento do Senhor é puro, e ilumina os olhos." (Salmos 19:1-8).

Que bênção é encontra-los e neles meditar!

Louvo a Deus por vidas ungidas e usadas, para compor lindas canções, como esta:
https://youtu.be/Ns7JER6LUXk?list=RDNs7JER6LUXk

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário