quinta-feira, 18 de agosto de 2016

O nosso fundamento


Hoje fiquei a pensar na tendência presente em todo ser humano, de buscar primeiro os seus interesses. Ouvimos muita gente dizendo: "Preciso pensar em mim; eu mereço ser feliz; chega de pensar nos outros" e outras impropriedades afins. É comum acharmos correto este modo de ver e de pensar das pessoas; especialmente quando ignoramos este texto bíblico: "Mas, buscai primeiro o reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas." (Mateus 6:33). Estas e muitas outras questões da vida, nos mostram que precisamos fazer da Palavra de Deus o nosso fundamento.

Preciso explicar que não ignoro a obrigação de sermos cuidadosos com a nossa saúde e bem estar; enfim, com deveres pessoais que todos nós temos. No entanto, precisamos entender que as pessoas e as coisas não giram à nossa volta, como se fôssemos o centro do universo. Todos temos deveres sociais e morais que interagem com as necessidades e aflições do nosso próximo. Sei muito bem, que todos nós temos lutas e provações. Todavia, não devemos cometer o erro de pensar que nossas dores são razões que justificam nossa omissão cristã, ao nos recusarmos em sentir a dor do nosso irmão.

Este é um trecho de uma triste história contada por Jesus: "Mas, um samaritano, que ia de viagem, chegou ao pé dele e, vendo-o, moveu-se de íntima compaixão; E, aproximando-se, atou-lhe as feridas, deitando-lhes azeite e vinho; e, pondo-o sobre o seu animal, levou-o para uma estalagem, e cuidou dele; E, partindo no outro dia, tirou dois dinheiros, e deu-os ao hospedeiro, e disse-lhe: Cuida dele; e tudo o que de mais gastares eu to pagarei quando voltar." (Lucas 10:33-35). E nesta história, aprendemos o modo de agir, ante uma vítima de maus tratos que encontremos em nosso caminho.

Aprendemos muito com a primeira canção deste LP:
https://youtu.be/lwxrOpdYZTI

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário