quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Invólucro de sentimentos


Domingo, fui surpreendido com a notícia do falecimento de Josilei; aí então, recordei o meu primeiro contato com ele, no "RESPIRE 1988" em Cabo Frio. Ele, então adolescente, se ferira gravemente nessa ocasião; ficando entre a vida e a morte por alguns dias. Mas Deus o poupou, pois ainda não era o seu dia de partir. E nesta manhã; ao me ajeitar no lugar de oração, busquei em Deus sabedoria para entender a realidade que une alegria e tristeza num mesmo espaço temporal. Então, Deus me fez lembrar as inúmeras vezes, em que o meu sorriso conseguiu encobrir a dor sentida em meu coração.

Grandes lições aprendemos quando oramos, plenamente rendidos perante o Pai, sem nada deixar de fora. Na verdade, o coração é invólucro de sentimentos, os mais contraditórios; que podem por a perder grandes sonhos e ricas oportunidades, à menos que seja contido em suas divagações. E só existe um meio de evitar saltos e sobressaltos de um coração indeciso e indisciplinado: É deixar Jesus ocupar todos os seus espaços vagos. Pois, quando isto acontece, alegria e tristeza passarão a conviver em um mesmo espaço - cada uma em seu lugar devido - sem que haja mal sem cura ou dor sem remédio.

Que palavra maravilhosa esta: "Na verdade, na verdade vos digo que vós chorareis e vos lamentareis, e o mundo se alegrará, e vós estareis tristes, mas a vossa tristeza se converterá em alegria. A mulher, quando está para dar à luz, sente tristeza, porque é chegada a sua hora; mas, depois de ter dado à luz a criança, já não se lembra da aflição, pelo prazer de haver nascido um homem no mundo. Assim também vós agora, na verdade, tendes tristeza; mas outra vez vos verei, e o vosso coração se alegrará, e a vossa alegria ninguém vo-la tirará." (João 16:20-22). A Palavra de Deus é bálsamo para o coração triste.

Faz tempo, não ouvia esta canção entoada por Josely Scarabelli:
https://youtu.be/U4eNMWfvCDg

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário