quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Condições e exigências


Nesta manhã; enquanto tento lidar com forte virose, fico a pensar neste mundo povoado de cristãos (nominais e autênticos). Então, o meu espírito se volta para a Palavra de Deus; e para o que ela diz sobre o tempo da ceifa.. É preocupante. Na história das dez virgens (Mateus 25.1-12), lemos que apenas a metade delas subirá com o Senhor; e no verso 13, temos esta advertência: "Vigiai, pois, porque não sabeis o dia nem a hora em que o Filho do homem há de vir." O texto seguinte nos adverte que "O que usa de engano não ficará dentro da minha casa; o que fala mentiras não estará firme perante os meus olhos." (salmo 101.7). Devemos considerar isto.

Em meu limitado conhecimento, eu percebo que precisamos buscar entender melhor as exigências morais e espirituais dos ensinos de Jesus. Neles, está claro que a graça de Deus exige do cristão uma dose de justiça capaz de ultrapassar a justiça dos fariseus (Mateus 5:20). Portanto, assim como qualquer curso ou concurso; o amor de Deus não nos isenta de condições e exigências; pois, o testemunho de uma vida santa é elemento essencial à pregação da Palavra de Deus (Hebreus 12:14). Eu mesmo conheço casos de pessoas, que se afastaram da igreja e do evangelho, devido ao mau exemplo de crentes. Então, fica claro que um mau testemunho pode condenar.

Estas palavras de Jesus precisam ser por nós lidas e consideradas: "Toda a árvore que não dá bom fruto corta-se e lança-se no fogo. Portanto, pelos seus frutos os conhecereis. Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas? E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade." (Mateus 7:19-23). Nelas, vejo uma clara alusão ao juízo do Deus santo.

Esta canção é convite ao arrependimento pelo mau testemunho:
https://youtu.be/WiIpwiNemF4

Cordialmente;
Bispo Calegari

Um comentário:

  1. Tenho aprendido que no campo da pedagogia, afirmar-se que "Na prática, a Teoria é Outra", reflete, na verdade, que além de não se conhecer a Teoria, também não se confia no que a Teoria defende. O Senhor Jesus espera que cada Discípulo seja uma Testemunha Autêntica dos seus preciosos Ensinos, por meio da Experiência e Vivência prática da Fé Cristã, Confiando integralmente no Sermão do Monte e no Autor do Sermão! Exceder os fariseus e escribas envolve, não somente ser ouvinte, mas também praticante! Não se trata apenas de demonstrar exteriormente, como um sepulcro caiado, mas nascer da água e do Espírito Santo de Deus, como Jesus ensinou ao Fariseu Nicodemus, em João 3:3 - "Necessário te é nascer de novo"!

    ResponderExcluir