quarta-feira, 13 de julho de 2016

Temos a Palavra de Deus


Quanto mais pensamos conhecer a Deus, menos o conhecemos; e este é um fato atestado nesta exortação da Bíblia: "Conheçamos, e prossigamos em conhecer ao Senhor; a sua saída, como a alva, é certa; e ele a nós virá como a chuva, como chuva serôdia que rega a terra." (Oseias 6:3). Isto tem sentido; pois, se não conhecemos a grande maioria dos nossos vizinhos e mal conhecemos os nossos próprios amigos... Como podemos ter a pretensão de conhecer o Deus eterno - inescrutável, imperscrutável - Autor da vida, Criador de tudo? O servo Jó nos faz entender que o nosso "Deus é grande, e nós não o compreendemos, e o número dos seus anos não se pode esquadrinhar." (Jó 36:26). E Paulo declara que o que de Deus podemos conhecer (enquanto humanos) já foi manifesto (Romanos 1.19-20).

Face ao que vejo e ao que ouço; me surpreende o modo como muitos, que se autoproclamam cristãos convictos, dizem que Deus lhes mandou dizer coisas que não encontram o menor respaldo na Bíblia. Os tais chegam até ao ponto de destorcer textos da Palavra, para construir um tipo de base bíblica que sustente suas heresias. E não são poucos os que se sentem atraídos por tais desvios; uns, por verem suas aspirações atendidas por certas afirmações; outros, por pura credulidade em certos líderes; ou por total ingenuidade. Em qualquer dos casos, nada justifica o desvio de um cristão; pois temos a Palavra de Deus para nos conduzir ao longo do Caminho; e o Santo Espírito de Deus para nos guiar em toda a Verdade. Todavia, eu advirto: Além do arrependimento, não existe solução para desvio. 

Tenho aprendido muito com este belo salmo da Bíblia: "Bom é louvar ao SENHOR, e cantar louvores ao teu nome, ó Altíssimo; Para de manhã anunciar a tua benignidade, e todas as noites a tua fidelidade; Sobre um instrumento de dez cordas, e sobre o saltério; sobre a harpa com som solene. Pois tu, Senhor, me alegraste pelos teus feitos; exultarei nas obras das tuas mãos. Quão grandes são, Senhor, as tuas obras! Mui profundos são os teus pensamentos. O homem brutal não conhece, nem o louco entende isto. Quando o ímpio crescer como a erva, e quando florescerem todos os que praticam a iniquidade, é que serão destruídos perpetuamente. Mas tu, Senhor, és o Altíssimo para sempre." (Salmos 92:1-8). Este salmo é tão edificante que, ao longo do tempo, já tem inspirado belas canções.

Esta canção ajuda muito esta reflexão:
https://youtu.be/23jYz5G47aI

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário