terça-feira, 5 de julho de 2016

Realidades verdadeiras


Nunca desperdiçamos nosso tempo, ao refletirmos sobre a nossa vida. Infelizmente, muitos entendem (erradamente) que pensar na vida é viver ruminando mágoas más lembranças. Será que vivem deste modo, por não entenderem que a vida é muito mais do que sofrimento ou provações? Sim! Porque a vida, em sua complexidade, aponta para um futuro cheio de ventura e de mistério. E não estou só pensando na vida física - experiência vivida em curto lapso de tempo - que é tão breve (nasce, cresce, amadurece e morre). Penso sobretudo, na vida espiritual (aquela que se estende além do tempo); a verdadeira.

Enquanto seres humanos; vivemos duas realidades (como espelho de duas faces): A concreta (como fogo ardente); e a abstrata (como luz brilhante). E é glorioso saber que Deus se move entre elas! Na verdade, somos um milagre das mãos de Deus; e alvo dos muitos milagres operados pelas mãos do Senhor Jesus. E assim, precisamos viver, de modo a fazer jus à cada milagre investido em nós - não por merecimento nosso - mas, como resultado do amor de Deus por nós. Então, se é verdade que no mundo sofremos provações e tentações; também é verdade que o amor de Deus nos assiste e sua graça nos redime.

Este texto define as realidades: "E naquele tempo se levantará Miguel, o grande príncipe, que se levanta a favor dos filhos do teu povo, e haverá um tempo de angústia, qual nunca houve, desde que houve nação até àquele tempo; mas naquele tempo livrar-se-á o teu povo, todo aquele que for achado escrito no livro. E muitos dos que dormem no pó da terra ressuscitarão, uns para vida eterna, e outros para vergonha e desprezo eterno. Os que forem sábios, pois, resplandecerão como o fulgor do firmamento; e os que a muitos ensinam a justiça, como as estrelas sempre e eternamente." (Daniel 12:1-3). Glória a Deus!

Que canção abençoadora... Tão real, quanto reconfortante! Vamos ouvir:
https://youtu.be/1Gb4dsboVqk

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário