segunda-feira, 13 de junho de 2016

A verdadeira liberdade


Estou pensando nesta onda de frio que envolve grande parte do Brasil. Realmente... O frio em Petrópolis tem sido um dos mais agressivos que já experimentei. De tal modo, que o esforço para levantar de madrugada requer grande força de vontade (ainda bem que esta força existe, maximizada pelo Santo Espírito). Enquanto penso nisso; reflito sobre a perda que sofrem os que se esquecem de Deus, que não O têm como sua prioridade. Problemas seriam resolvidos ou diminuídos, se buscássemos a Deus; doenças seriam debeladas, se seus portadores confiassem mais em Deus.. Enfim... Todos perdemos, quando relegamos o Senhor a um segundo plano.

Eu não conseguiria explicar a minha gratidão ao Senhor, por tudo que Ele tem feito por mim e minha pequena casa. Que bênção é poder sentir liberdade para crer e testemunhar do Seu grande amor por nós! Entretanto me refiro à verdadeira liberdade; e não aquela que se alcança por meio de armas, leis ou conceitos. Quantos dão sua vida por uma liberdade sem essência, facilmente perdida ou corrompida. Quanto a mim, sei que sou livre por dentro; sem o menor receio das prisões externas, que confinam apenas o corpo - nossa habitação temporária; pois a liberdade que desfruto tem sido gerada e garantida por Cristo, ao morrer por mim em uma cruz.

Por favor, medite nestes textos bíblicos: "Respondeu-lhes Jesus: Em verdade, em verdade vos digo que todo aquele que comete pecado é servo do pecado. Ora o servo não fica para sempre em casa; o Filho fica para sempre. Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres." (João 8:34-36). "Estai, pois, firmes na liberdade com que Cristo nos libertou, e não torneis a colocar-vos debaixo do jugo da servidão." (Gálatas 5:1). "Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade. Não useis então da liberdade para dar ocasião à carne, mas servi-vos uns aos outros pelo amor." (Gálatas 5:13). Esta liberdade traz em sua esteira a inerente responsabilidade.

Gosto de ouvir esta canção, entoada pelo saudoso Nelson Ned:
https://youtu.be/Q5ID69MEBMM

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário