terça-feira, 31 de maio de 2016

Despedidas são inevitáveis


Hora de arrumar as malas, de abraçar os amigos e irmãos, de dizer "até qualquer dia". Mas, a vida é assim. Sempre existe hora e lugar, em que as despedidas são inevitáveis. Na verdade, em algumas ocasiões, até mesmo o próprio Deus nos une e nos separa. Então, devemos estar preparados para as chegadas e partidas; pois o que importa mesmo é o pleno cumprimento do propósito de Deus em nossas vidas. Enquanto seguimos, vamos suprindo nossa memória de lembranças (umas boas; outras nem tanto). Todavia, precisamos entender que nossa prioridade é que a vontade de Deus seja feita.

Tenho entendido que a vontade de Deus jamais irá contrariar o Seu propósito. Ela representa um marco de segurança para todos nós; daí, a oração do "Pai nosso" rogar que Sua vontade seja feita aqui, como é feita no céu. Existe o perigo de confundirmos a vontade de Deus com os nossos desejos e ambições pessoais; e isto acontece, até quando lidamos com o sagrado (qual o obreiro que ainda não foi tentado a cobiçar um cargo ou ocupação na obra de Deus, pelo fato do mesmo lhe dar visibilidade e sensação de brilho e poder?). Enfim... Precisamos estar atentos ao que Deus quer nos falar e ensinar.

Medite neste texto:

"Não atente cada um para o que é propriamente seu, mas cada qual também para o que é dos outros. De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, Que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus, Mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens; E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz. Por isso, também Deus o exaltou soberanamente, e lhe deu um nome que é sobre todo o nome; Para que ao nome de Jesus se dobre todo o joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, E toda a língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para glória de Deus Pai."
(Filipenses 2:4-11)

Ele ajuda, e muito!

Vamos buscar também ajuda nesta canção do Asaph Borba:
https://youtu.be/6CL2Q1b7TQU

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário