sábado, 7 de maio de 2016

Compaixão e misericórdia


Nesta manhã, antes de me dirigir ao lugar de oração; o meu espirito sentiu o peso destas duas palavras: Compaixão e misericórdia. Na verdade, ambas as palavras possuem pontos afins; embora tenham suas diferenças. Todavia, sua definição não é tão importante agora; pois o que pesou em mim foi pensar na perfil das mesmas, na sua aplicabilidade ao longo de um dia inteiro; só para não dizer, da vida inteira. Pensei naqueles que pela vida afora, cruzam nosso caminho deixando e recebendo marcas nesse cruzamento. E quando digo que isto pesou em mim; estou me referindo ao que digo e ao que faço no tocante a alguém; quando sua maldade se volta contra si e contra os seus.

Realmente, aprendi muito ao se invadido por este pensamento; pois vivemos num país, em que os presidentes de várias instituições e organizações (inclusive em sua mais alta esfera) estão sob suspeita ou sob julgamento. É triste isso... Vê-los expostos, respondendo, penal ou civilmente, por improbidade e irresponsabilidade. Todavia, a vida é assim; de modo que, não podemos fugir às consequências de uma administração desastrada (concernente a isto, a Bíblia está repleta de advertências). No entanto, o sofrimento de uma vida (mesmo as condenadas) fica a espera de nossa compaixão e misericórdia; ainda que não tenhamos como absolve-la de suas culpas, ou alivia-la sua dor.

Na Bíblia, somos advertidos a ser compassivos e misericordiosos: "Então o seu companheiro, prostrando-se a seus pés, rogava-lhe, dizendo: Sê generoso para comigo, e tudo te pagarei. Ele, porém, não quis, antes foi encerrá-lo na prisão, até que pagasse a dívida. Vendo, pois, os seus conservos o que acontecia, contristaram-se muito, e foram declarar ao seu senhor tudo o que se passara. Então o seu senhor, chamando-o à sua presença, disse-lhe: Servo malvado, perdoei-te toda aquela dívida, porque me suplicaste. Não devias tu, igualmente, ter compaixão do teu companheiro, como eu também tive misericórdia de ti?" (Mateus 18:29-33). Assim seja, meu Senhor Jesus!

Vejo nesta canção de Paulo César Baruk, um importante auxílio:
https://youtu.be/BmDLlq1uRck

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário