quinta-feira, 28 de abril de 2016

Uma rota de fuga


A madrugada ainda tem longo caminho a percorrer, até se tornar dia pleno... E eu refletindo sobre o dia a dia de um filho de Deus. Parece ser simples viver cada dia no Senhor; mas não é! Cada dia na vida de um cristão convicto é um dia cheio de surpresas... Para as quais ele precisa estar preparado. Enquanto penso; peço a Deus que guarde minha alma - tantos dos sentimentos impuros, como dos pensamentos inglórios - pois ela é propensa ao engano. Enfim, como Davi; vou esperar com paciência no Senhor (Salmo 40.1). E nada deve me impedir de buscar em Deus meu refúgio e fortaleza.

Ao longo dos anos, tenho mantido uma rota de fuga que me leva ao esconderijo do Altíssimo... E eu a percorro muitas vezes, sempre que me sinto ameaçado. Ontem, minha esposa sofreu uma queda tão forte que me assustou; logo me ajoelhei ao seu lado e orei por ela, pedindo ao Pai que não a deixasse sofrer. Para minha alegria, ela se levantou com minha ajuda e manteve sua rotina do dia; sem demonstrar qualquer sinal de dor ou de indisposição. Louvei a Deus em meu íntimo; e agradeci por ser socorro dos que nele esperam e confiam. É bom ter rota de fuga que leve ao Pai!

Este salmo de Davi tem sido um tônico para o meu espírito: "Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem presente na angústia. Portanto não temeremos, ainda que a terra se mude, e ainda que os montes se transportem para o meio dos mares. Ainda que as águas rujam e se perturbem, ainda que os montes se abalem pela sua braveza. (Selá.) Há um rio cujas correntes alegram a cidade de Deus, o santuário das moradas do Altíssimo. Deus está no meio dela; não se abalará. Deus a ajudará, já ao romper da manhã." (Salmos 46:1-5). Perdi a conta, das vezes em que à ele eu recorri!

Como não chorar, ao cantar esta canção!
https://youtu.be/o39QIb-FQp8

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário