quarta-feira, 20 de abril de 2016

De que lado vamos ficar


Ao avaliar as condições em que este mundo se encontra; chego à conclusão primária, de que é preciso ser muito crente; ou então, ser muito ímpio; para poder conviver com aquilo que por aqui se passa... E posso explicar melhor o meu raciocínio: Se por um lado, sofremos inúmeras ameaças (terrorismo crescente, violência, intolerância, rumor de guerra, instabilidade climática, retorno de velhas doenças, novas pragas assustadoras); por outro lado, vemos crescer o nível de decadência moral, que chega a superar a depravação em que viviam os Sodomitas.

A impiedade cresce de modo envolvente, irresistível; e com ela, cresce também a intolerância, quanto aos valores morais e espirituais que pautam as pessoas de bem. É alarmante o caráter falso deste mundo mau (falsificam remédios, bens, serviços, informações, documentos...). Enfim; falsifica-se quase tudo neste mundo! E assim, enquanto o ímpio se aprofunda no lamaçal que o fascina; o crente mergulha na graça do Deus eterno; e prossegue no cumprimento de sua missão de sal e luz. Enfim... Nesta história cabe a cada um de nós, decidir de que lado vamos ficar.

Nós, que pretendemos viver de modo cristão; precisamos pensar seriamente nisto: "Agora, pois, temei ao Senhor, e servi-o com sinceridade e com verdade; e deitai fora os deuses aos quais serviram vossos pais além do rio e no Egito, e servi ao Senhor. Porém, se vos parece mal aos vossos olhos servir ao Senhor, escolhei hoje a quem sirvais; se aos deuses a quem serviram vossos pais, que estavam além do rio, ou aos deuses dos amorreus, em cuja terra habitais; porém eu e a minha casa serviremos ao Senhor." (Josué 24:14,15). E então, tomar a nossa decisão.

Esta é uma das minhas canções favoritas:
https://youtu.be/ApfJiVQ5COQ

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário