quarta-feira, 16 de março de 2016

Sua unção faz valer a pena


Ao me curvar perante o Senhor nesta manhã; agradeci por ter estado na IMW Ebenezer, no culto comemorativo dos seus 33 anos de existência em Xerém. Expus ao Senhor minha alegria alegria por ter abraçado o Pastor Guilherme Benvindo, os Presbíteros, Amador e Wesley Benvindo, amigos de longa data, e outros amigos e irmãos que ali encontrei. Todavia, o que mais me comoveu foi ter sido aceito pelo Senhor; para ser vaso em uso, portador da mensagem da Palavra - "Aviva-nos, Senhor" (Habacuque 3.2), que edificou a todos nós. Em momentos assim, percebo a importância de se estar no lugar de oração, sendo aceitos diante do Pai. Sua unção faz valer à pena estar ali.

Na verdade, o nível de aceitação de um pastor e pregador diante do Senhor, determina o nível de unção que este homem de Deus leva consigo ao púlpito.  Portanto, que pastor ou pregador algum jamais pense que o mero preparo intelectual do sermão que pretende pregar, seja capaz de traduzir aquilo que o Senhor deseja falar ao Seu povo. Não digo que não seja importante buscar auxílio em boa fonte de pesquisa, para aprimorar um sermão a ser pregado; todavia, isto é algo parecido com a carne que cobriu aqueles ossos no vale dos ossos secos. Mas, se o sopro do Espírito não ventilar o sermão; ele será semelhante a um corpo inerte. E este vento é pode ser liberado no lugar de oração.

Este é vento do Espírito: "Então profetizei como se me deu ordem. E houve um ruído, enquanto eu profetizava; e eis que se fez um rebuliço, e os ossos se achegaram, cada osso ao seu osso. E olhei, e eis que vieram nervos sobre eles, e cresceu a carne, e estendeu-se a pele sobre eles por cima; mas não havia neles espírito. E ele me disse: Profetiza ao espírito, profetiza, ó filho do homem, e dize ao espírito: Assim diz o Senhor DEUS: Vem dos quatro ventos, ó espírito, e assopra sobre estes mortos, para que vivam. E profetizei como ele me deu ordem; então o espírito entrou neles, e viveram, e se puseram em pé..." (Ezequiel 37:7-10). Que ele venha sobre nós trazendo renovação!

Que composição maravilhosa esta! Obrigado, Ludmila Ferber! Obrigado, Deus eterno!
https://youtu.be/2oCsB929bSY

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário