sexta-feira, 11 de março de 2016

Sou amado e guardado


Nesta bela manhã, que anuncia um novo dia pleno de graça; não posso deixar de louvar a Deus! Enquanto eu me volto para o Senhor, duas palavras me edificam com o seu significado: Amado e guardado. É assim que eu me sinto nesta manhã, ao refletir sobre a bondade de Deus e o Seu amor revelado em Jesus. Ao pensar em minha trajetória e no modo como o Senhor manifestou o seu cuidado sobre minha vida; não posso deixar de exalta-lo e bendize-lo por tudo que tem feito em meu favor, mesmo quando tudo parecia conspirar contra mim. Enquanto eu reflito sobre isto, lamento por aqueles que soterram a sua fé sob os escombros dos preconceitos, religiosos ou profanos.

Tenho alegria em poder dizer, que sinto profunda gratidão a Deus, por poder usufruir de sua graça e cuidado; fortalecendo a minha fé com Sua doutrina, alimentando a minha esperança com Suas promessas, e qualificando o meu ministério com Sua unção. E assim vivendo, procuro me manter nos limites de Sua graça e à sombra da cruz que preciso carregar, sem me descuidar; pois, no que tange à vida com Deus, qualquer descuido pode comprometer o meu futuro com Ele. Enquanto eu procuro viver e andar assim; vejo bons crentes dedicados em seu credo, vivendo vida fútil, ainda que aparentemente proveitosa; sem notarem que a essência da vida é poder desfrutar da presença de Deus no dia a dia.

Todos nós, cristãos professos, precisamos entender que a vida em plenitude só é possível em Jesus, vivendo cada dia no Senhor. Como é bom perceber a luminosidade deste texto sagrado: "Porque nenhum de nós vive para si, e nenhum morre para si. Porque, se vivemos, para o Senhor vivemos; se morremos, para o Senhor morremos. De sorte que, ou vivamos ou morramos, somos do Senhor. Porque foi para isto que morreu Cristo, e ressurgiu, e tornou a viver, para ser Senhor, tanto dos mortos, como dos vivos." (Romanos 14:7-9). Então, o desafio que se nos impõe é deixarmos de viver uma vida cristã apenas superficial; passando a vive-la sob a luz da Palavra, segundo o propósito de Deus.

Esta canção entoada por Mara Dalila corrobora minha reflexão:
https://youtu.be/lwxrOpdYZTI

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário