quarta-feira, 10 de fevereiro de 2016

Exortado a ser exemplo


Hora de arrumar as malas e voltar pra casa - um mix de alegria e tristeza - deixando novos amigos e irmãos que adquirimos aqui em Volta Redonda. No entanto, as marcas destes dias permanecerão conosco; pois vimos o agir de Deus entre nós, em três dias de um congresso que tanto nos edificou. Bendito seja o Senhor! Enquanto penso em tudo isto, conjeturo sobre as perdas sofridas por aqueles que vivem um cristianismo meramente superficial. Digo isto, pois sei o bem que faz perseverar na presença do Senhor e permanecer à sombra das Suas asas. A Palavra diz que "as aflições deste tempo presente não são para comparar com a glória que em nós há de ser revelada." (Romanos 8.18).

Tenho procurado viver minha vida cristã em linha com a Palavra de Deus; pois sei que, nesta vida, preciso ser "sal da terra" e "luz do mundo" (Mateus 5.13-14). Uma das minhas preocupações, como cristão que sou; é jamais ser motivo de tristeza ou de tropeço para aqueles que vivem a minha volta. Não há um dia, em que eu não considere a responsabilidade de ser um fiel seguidor de Jesus, meu Mestre e Senhor. Vivo uma preocupação constante com os meus deveres, minhas contas, minha família, meu ministério... Enfim, minha vida com Deus e com o próximo. Sei que não é fácil lidar com isto; pois é comum nos julgamos cheios de razões nas coisas que fazemos, mesmo nas erradas.

A observância deste texto é um grande desafio para o crente: "Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens. Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte; Nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire, mas no velador, e dá luz a todos que estão na casa. Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus. Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas: não vim ab-rogar, mas cumprir." (Mateus 5:13-17). Em suas comparações, somos exortados a ser exemplo.

Esta canção do Anderson Freire pode ajudar a entender esta reflexão:
https://youtu.be/mXJxJKYjg_s

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário