terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Eu nasci neste vale


Tenho notado que existe gente à procura de motivos, para atribuir à Deus culpa pelo sofrimento humano; ou, simplesmente para descrer dele. Enquanto penso nisto, cultivo convicção oposta à esta tendência. E isto, porque percebo no ser humano inclinação para cometer erros e mais erros. É verdade! Erramos fazendo e deixando de fazer certas coisas. Nos equivocamos nas escolhas que fazemos; e em nossa indefinição em faze-las. Em minhas observações, vejo o ser humano priorizando a felicidade, em detrimento da honestidade e da santidade. Enquanto isto, cresce em mim a admiração - chegando às raias da fascinação - que tenho pelo amor de Deus, por seres tão pecadores.

Minha convicção, aberta à discussão; é que o ser humano fracassa no dia a dia; nem sempre por fazer escolha errada; mas, sempre, por ser movido por motivações erradas, mesmo quando escolhe fazer coisas nobres. Sei que existem as exceções; todavia, as mesmas podem ser atribuídas ao agir de Deus na vida de quem a Ele se rende. Tão certo como eu respiro; amor e graça de Deus se manifestam no vale dos aflitos; e fazem enorme diferença na vida dos que vivem neste vale. Este mundo - o vale dos cansados - também chamado de região da sombra da morte - é o lugar para onde Deus enviou Seu Filho amado para salvar os pecadores. Eu nasci neste vale... Todavia, sei que não morrerei nele. 

Todo cristão sabe o quanto é triste este vale escuro: "O povo, que estava assentado em trevas, Viu uma grande luz; aos que estavam assentados na região e sombra da morte,A luz raiou. Desde então começou Jesus a pregar, e a dizer: Arrependei-vos, porque é chegado o reino dos céus. E Jesus, andando junto ao mar da Galileia, viu a dois irmãos, Simão, chamado Pedro, e André, seu irmão, os quais lançavam as redes ao mar, porque eram pescadores; E disse-lhes: Vinde após mim, e eu vos farei pescadores de homens. Então eles, deixando logo as redes, seguiram-no." (Mateus 4:16-20). Todavia, sobre suas trevas, a Luz de Deus raiou desde que o Senhor Jesus nele nasceu. Aleluia!

Como me faz bem, ouvir este hino lindamente cantado por este coral evangélico:
https://youtu.be/CGXH4jadJ7Q

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário