domingo, 24 de janeiro de 2016

Em busca de renovação


Madrugada fria em Petrópolis; que não me impediu de me render aos pés do Senhor em oração. O meu espírito foi em busca de renovação (onde encontrarei melhor renovo, que na Fonte que concede boa dádiva e dom perfeito?). Enquanto eu orava, fiz menção da fragilidade humana, visível até em Seus melhores servos. Então, senti que, conjunto de santas intenções, ou envólucro de santidade, não e suficiente para guardar alguém que não permanece em constante vigilância. Aí, cresceu dentro de mim a admiração que nutro pela vida de José, que recusou os afagos da esposa infiel de um marido ausente; e de Daniel, que recusou as iguarias da mesa impura de um governante impotente. Precisamos saber onde e quando dizer não!

Ainda prostrado aos pés do Senhor, louvei a Deus, por homens e mulheres que se dedicam à causa santa; sem se descuidarem da oração e vigilância. Ainda que ninguém perceba sua importância no reino de Deus; ou, que sua vida se mova discretamente entre aqueles a quem servem; no entanto, são olhados e amados pelo Senhor de um modo especial. E os que procedem deste modo, são aqueles sobre os quais Deus pode dizer a Satã, o mesmo que disse sobre um antigo servo: "Observaste tu a meu servo Jó? Porque ninguém há na terra semelhante a ele, homem íntegro e reto, temente a Deus e que se desvia do mal." (Jó 1:8). Vidas assim podem até gerar inveja no coração dos que desejam ser o que elas são; mas... Sem pagar o preço!

Na verdade, a inveja de seus irmãos, levou José ao exílio e escravidão: "Então lhe disseram seus irmãos: Tu, pois, deveras reinarás sobre nós? Tu deveras terás domínio sobre nós? Por isso ainda mais o odiavam por seus sonhos e por suas palavras. E teve José outro sonho, e o contou a seus irmãos, e disse: Eis que tive ainda outro sonho; e eis que o sol, e a lua, e onze estrelas se inclinavam a mim. E contando-o a seu pai e a seus irmãos, repreendeu-o seu pai, e disse-lhe: Que sonho é este que tiveste? Porventura viremos, eu e tua mãe, e teus irmãos, a inclinar-nos perante ti em terra? Seus irmãos, pois, o invejavam; seu pai porém guardava este negócio no seu coração." (Gênesis 37:8-11). Todavia, não impediu o propósito de Deus em sua vida.

Achei por bem encerrar este período ouvindo esta bela canção entoada por Aline Barros:
https://www.youtube.com/watch?v=PsdOFECO62Y

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário