quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Até aqui cheguei


Estive orando ao Pai; de um jeito diferente do meu modo habitual de orar... O sentimento de gratidão estava à flor da pele. E tive razão para isto! Pois, nunca pensei chegar à idade que hoje tenho sentindo o prazer de admirar o desabrochar de uma flor; ouvir feliz o cantar de um pássaro, admirando sua linguagem canora; e, contemplar montanhas e vales, imaginando a mão de Deus lhes dando forma e cor. Nem sequer imaginei chegar à minha idade me preocupando com os meus amigos e meus adversários, ao pensar em seu estado e em seu futuro; nem mesmo imaginei, brincar com os meus netos, como hoje faço; e, de ter vigor suficiente para admirar a beleza de minha querida esposa, sentindo e dando prazer em nosso relacionamento.

É verdade! Nunca pensei chegar tão longe no caminho da vida; ainda mais, cultivando uma linguagem sã; refletindo sobre os reais valores desta vida; e cultuando a Deus com a mesma emoção que sempre senti, ao longo de todo tempo de minha existência. Realmente... Cheguei a uma idade que uns desejam e outros procuram a todo custo evitar! Quanto a mim, confesso... Nunca imaginei chegar! Na verdade, houve um tempo em que, ao olhar os meus filhos - ainda crianças - brincando com seus simples brinquedinhos; estive convencido que não os veria chegarem à idade adulta (só Deus sabe a razão de tais pensamentos e sentimentos). Todavia, aqui estou! Até aqui cheguei! E por tudo isto, não consegui me conter em minha oração desta manhã!

Este salmo, assim como todos os outros 149 salmos da Bíblia, sempre me trouxe valiosos recursos para uma boa reflexão: "Porém tu exaltarás o meu poder, como o do boi selvagem. Serei ungido com óleo fresco. Os meus olhos verão o meu desejo sobre os meus inimigos, e os meus ouvidos ouvirão o meu desejo acerca dos malfeitores que se levantam contra mim. O justo florescerá como a palmeira; crescerá como o cedro no Líbano. Os que estão plantados na casa do Senhor florescerão nos átrios do nosso Deus. Na velhice ainda darão frutos; serão viçosos e vigorosos, Para anunciar que o Senhor é reto. Ele é a minha rocha e nele não há injustiça." (Salmos 92:10-15). E, nesta manhã, ele fundamenta e explica aquilo que senti. Aleluia!

E, para terminar este momento; nada melhor do que ouvir esta bela canção dos "Vencedores por Cristo":
https://youtu.be/jwhQbRkCjjY

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário