segunda-feira, 14 de dezembro de 2015

Podemos cair sem perceber


Ontem, ao pregar na Ceia da Unidade dos distritos de Brasília e do Entorno, destaquei quatro princípios que devem sustentar as ações e intenções dos filhos de Deus. São eles: Alegria, moderação, confiança e oração (Filipenses 4.2-7). No entanto, dentre estes quatro princípios - ainda que apareça em quarto lugar - a oração é o mais importante. Ela não dispensa os outros três; mas, lhes dá suporte. Glória a Deus! Perdi a conta, das vezes em que me prostrei perante o Senhor - tão diminuído e enfraquecido - sem motivação para sorrir ou cantar; e que, após algum tempo de coração rasgado perante o Deus eterno, pude me levantar com as marcas da unção em minha vida!

Isto é verdade pura, sem mistura! Quantas vezes, ao me levantar do lugar de oração - fortalecido e renovado no Espírito Santo - pude perceber que o meu nível de alegria, moderação e confiança subiu além da imaginação. E isto acontece até hoje! Já tenho dito, inúmeras vezes, que não sou homem de oração; sou, isto sim, um homem que ora. Na verdade, não sei o que seria de mim; caso não me mantivesse em oração... Penso que seria mais um servo descartado em algum canto da vida, vencido pelo assédio de Satã, que sempre nos aborda. Conheço a Bíblia e muitos doutores em Bíblia; o suficiente para saber que, sem oração, podemos cair sem perceber.

Palavras de Jesus, que servem de alerta para os nossos dias: "Em verdade vos digo que não passará esta geração até que tudo aconteça. Passará o céu e a terra, mas as minhas palavras não hão de passar. E olhai por vós, não aconteça que os vossos corações se carreguem de glutonaria, de embriaguez, e dos cuidados da vida, e venha sobre vós de improviso aquele dia. Porque virá como um laço sobre todos os que habitam na face de toda a terra. Vigiai, pois, em todo o tempo, orando, para que sejais havidos por dignos de evitar todas estas coisas que hão de acontecer, e de estar em pé diante do Filho do homem." (Lucas 21:32-36). Sejamos vigilantes, em constante oração.

Eis um bom momento para refletir sobre a importância da oração, ao som da canção "Primeira Essência", com Anderson Freire:
https://youtu.be/WUlLsmFSMPw

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário