quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

Espinho na carne


Nesta manhã, após orar, fiquei a pensar em duas expressões utilizadas na Palavra de Deus. Pois é... Estou certo que não são poucos aqueles que, em certas ocasiões, foram agradavelmente marcados por expressões cunhadas na Bíblia. Então, fui tocado por este texto: "E, para que não me exaltasse pela excelência das revelações, foi-me dado um espinho na carne, a saber, um mensageiro de Satanás para me esbofetear, a fim de não me exaltar." (2 Coríntios 12:7). A expressão "espinho na carne" saltou ante meus olhos! E me perguntei: Qual o filho de Deus que ainda não foi perfurado por este mesmo espinho? Uma perfuração dolorosa, seja curta ou prolongada.

No momento em que eu assim pensava; pude perceber pelo Espírito, que a diferença entre os crentes feridos por espinho em sua própria carne, não está na intensidade da perfuração ou na dor por ela produzida; mas sim, na reação que ela provoca e nos efeitos que ela causa. Enquanto que, em alguns cristãos; cada espinho que lhes fere causa frustração e amargura, deixando-os ressentidos e revoltados. Em outros; o espinho provoca uma sensação de dor mesclada com alívio, como a picada da agulha de uma seringa portadora de remédio. Assim foi com Paulo; pois seu espinho o livrou da auto exaltação. E a outra expressão foi: "Aliança com o Senhor".

Medite neste texto: "E, para que não me exaltasse pela excelência das revelações, foi-me dado um espinho na carne, a saber, um mensageiro de Satanás para me esbofetear, a fim de não me exaltar. Acerca do qual três vezes orei ao Senhor para que se desviasse de mim. E disse-me: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o poder de Cristo. Por isso sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por amor de Cristo. Porque quando estou fraco então sou forte." (2 Coríntios 12:7-10). Glória a Deus!

Louvo a Deus, por ter dado ao Paulo Cezar a inspiração que resultou nesta belíssima canção:
https://youtu.be/Vx3nhjx3Jlk

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário