terça-feira, 29 de dezembro de 2015

A melhor das ocupações


Precisei orar mais cedo... E quem não precisa?! No mundo em que vivemos, como negligenciar a vida de oração; se é ela que dá cor e forma aos mais lindos sonhos que um cristão pode ter?! Nesta madrugada, fui confrontado com minha própria indagação: "O que fazer, quando não há nada a fazer?" O Espírito me respondeu, que orar e esperar em Deus é - e sempre será - a melhor das ocupações. Então, me senti confortado! Me derramei diante do Senhor... E expus perante Ele, que estarei iniciando o novo ano despojado de minha vara e meu cajado. Mas o Senhor me confortou, ao me dizer que tenho a Sua vara e Seu cajado como suporte para meu consolo e proteção. Glória a Deus! Me senti valorizado por Aquele que sempre me amou, me valorizou e me amparou!

Na verdade, nesta madrugada aprendi grandes lições, enquanto prostrado no lugar de oração. Aleluia! Cheguei a perguntar ao Senhor se é possível empreender atividade secular; quando se é impedido de desempenhar função sagrada... Então, pude ouvir que o que faz diferença entre o trabalho secular e o sagrado, não é o seu formato; mas, o seu objetivo. Portanto, até uma ocupação secular será tida por sagrada; se o seu objetivo for glorificar a Deus e edificar ao próximo. Aprendi que, mãos calejadas e feridas em um trabalho árduo, pode ter tanto valor aos olhos do Senhor, quanto as mentes cheias do mais alto conhecimento. Saí do lugar de oração com a certeza, de que a vida será sempre útil, enquanto estiver disposta a servir ao Deus eterno e ao seu próximo.

Testemunho de um servo: "Portanto, vigiai, lembrando-vos de que durante três anos, não cessei, noite e dia, de admoestar com lágrimas a cada um de vós. Agora, pois, irmãos, encomendo-vos a Deus e à palavra da sua graça; a ele que é poderoso para vos edificar e dar herança entre todos os santificados. De ninguém cobicei a prata, nem o ouro, nem o vestuário. Sim, vós mesmos sabeis que para o que me era necessário a mim, e aos que estão comigo, estas mãos me serviram. Tenho-vos mostrado em tudo que, trabalhando assim, é necessário auxiliar os enfermos, e recordar as palavras do Senhor Jesus, que disse: Mais bem-aventurada coisa é dar do que receber. E, havendo dito isto, pôs-se de joelhos, e orou com todos eles." (Atos 20:31-36). Este é o servo Paulo!

Esta é uma bela e oportuna canção, para ser entoada neste finalzinho de 2015; entoada pelo Ministério Sarando a Terra Ferida - "O Novo de Deus":
https://youtu.be/FoFbr6wYSrM

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário