quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Clamei por misericórdia


Muitas vezes, fico a me perguntar: Por que alguns crentes agem de modo tão dúbio, contraditório? Então, tento me convencer que a falta de uma genuína conversão pode ser uma das respostas. Vivemos em um mundo a beira do caos; porém, muitos cristãos pautam suas vidas em interesses tão mesquinhos, que chega a constranger! Estou me referindo àqueles crentes, que pensam e agem, como se os seus motivos de reclamações fossem os únicos válidos; sem perceberem que as dores que sufocam e martirizam tantas pessoas, pelo mundo afora, vão além dos problemas que alegam, na vã tentativa de justificar suas queixas e murmurações. Não pude deixar de interceder nesta manhã, por aqueles que assim agem. Misericórdia!

Enquanto eu orava, pedi a Deus compaixão para os sofrem; e clamei por misericórdia em favor dos que, com ou sem justa causa, fazem os outros sofrerem (e como tem gente assim). Então, enquanto multidões sofrem os efeitos de tragédias em todo o mundo (o rompimento das barragens em Mariana é uma delas), alguns choramingam por não terem um carro um pouco melhor; e enquanto a fome martiriza milhões em grande parte do planeta; muitos "sofrem" por não poderem cuidar melhor dos cabelos, ou das unhas, em um fim da semana (não que seja errado desejar tais coisas). E, que dizer dos crentes que pensam que os seus pastores lhes pertencem; sem entenderem que um pastor é, em seu chamado, vaso que vem e vai.

Texto significante este:

"E, demorando-nos ali por muitos dias, chegou da Judeia um profeta, por nome Ágabo; E, vindo ter conosco, tomou a cinta de Paulo, e ligando-se os seus próprios pés e mãos, disse: Isto diz o Espírito Santo: Assim ligarão os judeus em Jerusalém o homem de quem é esta cinta, e o entregarão nas mãos dos gentios. E, ouvindo nós isto, rogamos-lhe, tanto nós como os que eram daquele lugar, que não subisse a Jerusalém. Mas Paulo respondeu: Que fazeis vós, chorando e magoando-me o coração? Porque eu estou pronto não só a ser ligado, mas ainda a morrer em Jerusalém pelo nome do Senhor Jesus. E, como não podíamos convencê-lo, nos aquietamos, dizendo: Faça-se a vontade do Senhor."
(Atos 21:10-14)

Procure meditar nele!

Faz muito bem ouvir, de quando em vez, esta bela canção do Asaph Borba:
https://youtu.be/kAZwxqmOJW0

Cordialmente;
Bispo Calegari

Nenhum comentário:

Postar um comentário